Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Dica de Livro: Just Listen - Sarah Dessen;

by - junho 03, 2011


Tudo bem, confesso, quando li a sinopse eu fiquei eufórica pelo livro, mas depois, bem... nem tanto. Não sei. Mas mesmo assim, eu o li e quero postar uma resenha, como sempre. Porque é isso que eu faço, certo?
Kirsten, Whitney e Annabel são sustentadas por anos por um sonho que não lhes cabe a elas. Desde crianças são modelos e a mãe das meninas é a verdadeira alma feliz pelas carreiras das filhas. Para elas, a carreira de modelo começa a ser um fardo. Whitney chega a ter problemas por conta disso. Kirsten segue sua vida para longe dos olhos atentos da mãe e das câmeras fotográficas. Annabel - a caçula - é a única que ainda caminha sobre o prisma de modelo, mesmo depois de anos. Mas Annabel também lida com problemas. Sua melhor amiga, Sophie, não fala mais com ela. Sua ex-melhor amiga de infância, Clarke, a ignora. E ela carrega um segredo envolvendo o namorado da ex-melhor amiga. 
Em meio à solidão, o destino a aproxima de Owen, que é DJ da rádio comunitária e que vive para a música. Annabel, mesmo detestando as canções de Owen, aprende o valor de algumas coisas, como por exemplo da verdade. porque Owen é o oposto de Annabel: ele só fala a verdade. São dois opostos que se completam. 
Just Listen trata do drama familiar real, que poderia estar instalado em qualquer casa. 
A mensagem - Don't think or judge. Just listen - é o que realmente vale a pena, sabe. Eu adorei a mensagem. É o que enriquece o livro, realmente. Ela nos dá alternativas de mudanças de pensamento, sabe. É uma coisa meio incomum, tratando-se de um livro quase comum. 
Espero que aproveitem Just Listen (:

x-x-x
Uma coisa engraçada que eu descobri é que a autora de Just Listen é a mesma de How To Deal, que posteriormente tornou-se filme (Meu Novo Amor, em português). Como sou apaixonada por esse filme, foi bastante surpreendente para mim *-* 

Beijo beijo ;*

Nina H. 

You May Also Like

0 comentários

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.



INSTAGRAM