Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

{No Escurinho do Cinema}

by - dezembro 20, 2011

Oooi, pessoal...

Até há quase um minuto eu não tinha ideia de que escreveria nesta coluna, sem contar que fiquei com preguiça, já que ninguém comentou os últimos posts. Então eu pensei: "Ah, não vai fazer diferença...", mas aí me lembrei de um filme que vi há uns dois ou três meses, que não tenho certeza se vocês conhecem. 

O nome do filme estrelado por Zach Galifianakis e Emma Roberts é Se Enlouquecer, Não Se Apaixone. A história relata sobre Craig, um garoto que ainda está no colegial e que é apaixonado pela namorada do melhor amigo. Após uma tentativa de suicídio, por espontânea vontade decide se internar em uma ala psiquiátrica de um hospital, achando que no dia seguinte estará lidando novamente com sua vida; mas isso não acontece: Craig é mandado para a ala dos adultos, pois a ala dos adolescentes está sendo reformada. Lá ele conhece Bobby, um adepto ao suicídio que tem uma filha pequena, que o integra ao ambiente. Craig também conhece Noelle (Emma), que tem a sua idade e que já está internada há bem mais tempo que ele. De uma amizade esquisita, nasce uma paixão, que vai ser colocada à prova quando sua paixão platônica (a namorada do seu melhor amigo) aparece para lhe fazer uma visita. Enquanto tenta evitar que as pessoas saibam que ele está internado, ele aprende a desenhar, a cantar e ajuda Bobby com uma entrevista de emprego. Mas será que Craig não vai tirar uma lição disso tudo?

Resenha:
Eu já sou fã da Emma desde de Aquamarine (sim, eu já devo ter visto esse filme umas cinco vezes), e quando eu soube desde filme por gifs no Tumblr, fiquei desesperada para assisti-lo. O filme é diferente daquela coisa eu-sou-um-adolescente-problemático-e-vou-me-matar, porque Craig por mais que tenha problemas, está a fim de melhorar, de passar por cima disso tudo (nem que seja se internar em uma clínica). Existem cenas hilárias, daquelas engraçadinhas mesmo; o Bobby é que leva a grande parte do prestígio das cenas engraçadas. E a Noelle é do tipo determinada e bem humorada. Dá para tirar lições do filme, como por exemplo: se você aceitar que está com problemas, é muito mais fácil você sair sozinho dele. Ou que a vida é muito mais do que aquela paixão platônica boba que você nutre por uma pessoa que não lhe dá o devido valor. 

Se você gosta da Emma, vai querer assistir esse filme. E se gosta de comédia romântica adolescente, também!

Comentem sobre o filme, sobre a Emma, sobre qualquer coisa...

xoxo

Nina

You May Also Like

0 comentários

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM