Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

{Vamos Ler?}

by - dezembro 05, 2011

Então, aqui vou eu, finalmente! Desculpem por não ter postado a resenha de A Vidente semana passada! Mas hoje tem resenha, AEAE *-*

Título: Firelight
Autora: Sophie Jordan
Editora: Agir

Páginas: 291


Ok, por onde começar?

Confesso que eu estava bastante animada para ler este livro. Quem já não está cansada de vampiros? E eu achei realmente que Firelight fosse uma renovação. Mas... me desapontei. Acho que eu não deveria ter lido as resenhas antes de lê-lo. Acho que elas me influenciaram, de algum modo. 
Firelight conta a história de Jacinda, uma descendente de dragão cuspidora de fogo. Seu clã quer controlar todos os seus passos, e ela não aguenta mais isso. Não quer ser um objeto do clã. Então, após quase ser caçada, ela e sua família têm que fugir. Ela se vê sem esperanças e desgostosa com a mudança. No deserto, seu draki está morrendo. Mas então, o garoto que quase a capturou, estuda em sua nova escola. Por aí eu já fiquei, tipo: "Oh, really?!" (sarcasmo). Sério, essas coisas são tão bobinhas! São coisas de novela tipo Malhação. Mas, ok. Continuei; não iria parar logo no começo, né? Só que a cada página, mais eu pensava que poderia jogar o livro pela janela. A escrita da autora me irritou de um tanto que eu tinha ataques todas as horas. Ela simplesmente corta as frases. Não usa nenhuma conjunção, nenhum tipo de "linkamento". E isso me estressou consideravelmente. 
E o mais louco é que descobri que a Sophie Jordan é a mesma autora de Sedução (leia a resenha do livro aqui). Levei um dia para descobrir isso, e quando me dei conta fiquei, tipo: "Não acredito! Ela é maravilhosa com seus livros adultos!". Mas é isso. Firelight é claramente direcionado ao público jovem. Só pela disposição dos acontecimentos e pela personalidade da personagem principal. 
Devo ressaltar que Jacinda também me irritou muito? Ela não é uma heroína ou uma pessoa batalhadora. Ela é mimada e birrenta. Quase insuportável. Acha que o mundo gira ao seu redor e que sua mãe é uma carrasca. 

Trecho 1: Penso que poderia odiar minha mãe só um pouquinho. Porque embora eu sabia que devo ficar longe de Will, estou cansada de ter todas as minhas decisões tomadas por ela.

Trecho 2: - Você quer dizer que eu vou estar morta. Por que não fala o que quer? Você quer dizer que meu draki logo vai estar morto. Não dá para você parar com isso? Paarar de agir como se matar uma coisa de mim... me matar seja essa coisa inevitável pela qual você está feliz? Por que não pode simplesmente me aceitar como eu sou?

Jacinda é do tipo ninguém-me-ama-ninguém-me-quer. Ela é inconformada com a vida que tem, mas é uma rebelde e não faz nada para se ajudar. E quando Will está a um passo de descobrir o que ela é, ela age como uma criancinha. Fica fugindo dele e o ignorando, mas às vezes o beija e tudo. É meio desconexo e confuso. 
Achei a história mais um Crepúsculo, só que bem pior. Não tem muito romance e a narração é quase sem detalhes e fria. Will é uma peça importante para sua família, como Jacinda é para seu clã, e isso, para mim, foi meio chatinho. É como se a autora quisesse igualá-los e transmitir sofrimento por eles, mas as conversas são tão fracas que não há como sentir compaixão ou pena dos personagens. 
Ainda bem que o livro é bem pequeno (bem mais do que eu imaginei), porque eu já não o aguentava mais. Ele não tem muito mistério nem surpresa. É como se tudo fosse premeditado, como se nós soubéssemos exatamente o que vai acontecer na próxima página. E ela não explica muita coisa, como por exemplo o que são "enkros" e o que foi a "Grande Guerra". Sem contar que senti muita falta do foco principal da trama: da história dos dragões. A autora não se aprofundou no tema. 

Apesar de tudo, tenho que admitir que não irei me surpreender se nos próximos anos Hollywood se interessar em produzir filmes também desta série de livros. Depois de vampiros, lobos e anjos... Dragões! YAAY (não). 

Desculpe se estraguei de algum modo a sua animação por querer lê-lo, mas essa foi a minha percepção do livro. Leia-o e tire suas próprias conclusões, fechado? 

xoxo

Nina

You May Also Like

1 comentários

  1. Nina, agora até desanimei..
    Tava querendo ler esse livro, pela temática mais diferente e tals..
    Agora vai para o final da lista,, rssr
    Bom saber que é desse jeito.. agora só emprestado ou ganhado.. rss

    bjinho

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM