Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Falling

by - junho 17, 2012

Ouvindo: Can't Help Falling In Love - Ingrid Michaelson
Humor: precisando de um abraço 

~Depressão mode on~

Você acorda. Fica na cama por alguns minutos. Pensa no que vai fazer o dia inteiro. Tenta preparar uma lista para organizar suas prioridades. Tenta lembrar se não esqueceu de nada. Não esqueceu. A lista está grande, mas você sabe que não pode deixar nada de fora. Você sabe também que precisa criar coragem para fazer tudo aquilo. Você levanta. Se arruma. Sai de casa. Conforme as horas passam, a lista se avoluma mais e mais. Você pensa que não tem mais papel para anotar mais nadinha. Aperta a letra. Vira o verso. Risca alguns itens. Mas não adianta. Você está com vontade de chorar, quer largar a lista na metade do caminho. Quer estar debaixo das cobertas, fazendo nada. Quer ter a vida da sua melhor amiga. Quer ser a sua melhor amiga. Porque você sabe que ser você já não é o suficiente. Quer estar vivendo num seriado americano. Quer ter alguma parte da vida perfeita, intocada, maravilhosa. Mas essa não é você. Sua vida não melhora, sua vida está estagnada. Você não cresce, você não sorri, você não melhora. Você só perde. Você se esforça, mas não alcança o que quer. Você dá o seu melhor para ser a melhor, mas não consegue. Você fica ali, na média. Naquele submundo dos infernos, onde parece que você não consegue sair. Nada te anima. Tudo parece te colocar para baixo. Você não consegue ajuda. O dia termina. Você não fez nem a metade da sua lista. Rasga o papel; ele é inútil. Você lembra que planejou cada passo. Mas parece que só andou para trás. Parece que não conseguiu acertar um só caminho. Você é um nada. O melhor e maior nada de todos. Nada. Você não é ninguém. Você não vai conseguir nada. Você só cai, e cai, e cai. Levanta, mas cai. Suas mãos cobrem suas lágrimas, as lágrimas que você sabe que não deveriam cair, mas que não te obedecem. Elas precisam cair, precisam te mostrar que você não conseguiu. Que você continua sendo um nada. Simplesmente nada. Nada. Nada. Você é um nada. 

E chega um momento que você para de viver. Para de sentir. Para de ser você. Porque você não sabe de mais nada. Está correto? Está errado? Você continua sendo um nada. Aquele nada que você sabe que sempre fora. O nada. Nada. Simplesmente nada. 

~Depressão mode off~

Com amor, Nina 

You May Also Like

3 comentários

  1. Poooxa, ando me sentindo assim nos últimos dias :(

    ResponderExcluir
  2. Vc me preocupa as vezes... tipo muito.

    Mas em alguns momentos é bom se sentir assim, eu mesma, nos últimos 2 anos descobri esse tipo de sentimento. Me afundo nele em alguns dias.

    Mas acima de tudo você precisa erguer a cabeça e sair de dentro desse buraco, sacudir a poeira e principalmente desse sentimento que te leva para baixo.

    Bjos flor
    Levante-se e sorria, mesmo que no começo não consiga, acostume-se a ser feliz...
    Amor
    Gabi

    ResponderExcluir
  3. Querida Nina, levei anos e anos e mais anos para comentar nessa postagem, por que eu andava tão triste e sem rumo como você, e eu não quis vir aqui e te contaminar ainda mais com a minha tristeza, pra você ter uma ideia, eu não arrumo a minha cama já faz umas duas semanas. meu quarto tá parecendo uma zona de guerra, por que eu não me animo a levantar e arrumar.
    mas sabe, um dia desses eu estava lá na ufu lamentando a minha sorte, e assistindo Um Dia (sim, o seu livro está comigo, não eu não o roubei), no meu notebook, e eu comecei a pensar que eu estava MUITO revoltada com aquela história, por que era um absurdo terminar assim, por que eu já havia me emocionado DEMAIS, e chorado HORRORES, (isso não era nem a metade do filme), e eu SABIA como ia terminar e então comecei a ficar muito nervosa, por que era INJUSTO!
    E foi quando eu parei pra pensar que não tinha que ser justo.
    Tinha só que valer a pena.
    Pensei em como a vida era 100% e totalmente injusta, e que algumas pessoas simplesmente não realizam os seus sonhos.
    E o pior é que elas tentam muito. Mas sabe, foi exatamente essa idéia que me trouxe de volta. Por que aquela ali pensando aquelas coisas simplesmente não era eu.
    Por que eu sou MUITO otimista, tipo, eu sou a pessoa mais otimista EVER, e eu nunca penso em como as coisas podem dar errado, na verdade eu até me surpreendo quando as coisas dão errado, exatamente por que eu sempre acho que tudo pode dar certo.
    Acontece que, eu ainda acho que as coisas podem dar certo, ainda acredito em mim, por que eu , por que quando tudo der errado a única pessoa que nunca vai me abandonar sou eu mesma, enquanto o resto do mundo me aponta os meus erros, e tenta me mudar, eu preciso ser fiel a mim mesma.
    A gente costuma viver sozinho né?
    Escritores em geral, não só eu e você, eu pelo menos gosto de ficar sozinha. Eu adoro a minha companhia. Com todos os meus erros, toda a minha preguiça, tudo o que me julgam, tudo o que me apontam, tudo o que me mudam, me jogam na cara... Essa sou eu.
    Eu posso mudar? Claro que posso, mas história de enterrar o passado, é uma besteira. O passado é que te trouxe até onde você está. Sem ele você seria outra pessoa, estaria em outro lugar.
    Você não precisa necessariamente se orgulhar dele, mas aceitá-lo é um dver.
    Assim como aceitar quem você é.
    Por que ninguém nunca, nunca, nunca, vai conseguir ser quem você é. E essa pessoa, essa pessoa aí que você é, ela é muito importante pra você mesma, você precisa dela.
    Então eu espero que você abrace a si mesma, do jeito que você é, pra poder voltar a ser feliz, como eu. Por que no fundo no fundo, você só precisa se perguntar se deu o seu melhor.
    Mesmo que não tenha sido o bastante, mesmo que tudo 'tumbles down', a melhor maneira de 'get it right'... é continuar tentando.

    amo você, te considero mais que uma amiga, com todos os nossos desencontros, você é uma irmã com quem eu sempre posso falar! espero um dia te encontrar, de preferencia, enquanto você assina um autografo!
    beijos ;*

    Carol,
    http://caixa-a-a.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM