Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Happiness;

by - julho 27, 2012


Sou indiferente. Finjo que sou feliz. Forço um sorriso.
Essa é a minha felicidade. A felicidade disfarçada. O fato é que eu sou muito boa em esconder tudo. Sentimentos, cartas, diários, palavras, segredos.
Gostaria de ser mais próxima das pessoas; gostaria que eu não me apegasse tanto em alguém, porque esse alguém, um dia, vai me decepcionar e vai doer quando eu tiver que dizer adeus.
Gostaria que todo mundo agisse como eu: não faço para os outros o que não quero o que façam comigo. Mas as pessoas agem por impulso, achando que não vão magoar, que nunca irão descobrir nada. Mas descobrem. Eu descobri.
O que ganhei? Mentiras. Palavras que nunca foram usadas. Palavras que soam tão falsas que dão vontade de vomitar.
O pior não é você saber que descobriu algo podre. O pior é que você nunca mais vai confiar de novo. Você tenta, porque acha que o amor vai superar isso, que o amor vai curar isso. Quer saber da verdade? Nem o amor nem o tempo curam falta de caráter.
Você sempre vai ser a pessoa que ninguém mais vai confiar, a pessoa que vai ficar sozinha no final, porque ninguém suportou.
E as pessoas suportam muitas coisas. Ela fingem muitas coisas. Mas elas são como um ccopo d'água. Elas transbordam. A raiva transborda. As lágrimas transbordam. Palavras frustradas transbordam. Você diz para si mesmo que vai melhorar, que tudo isso é o suficiente. Mas é impossível ser feliz sustentando a farsa que a sua vida se tornou. É mais fácil recomeçar do zero, voltar à época em que você era sozinho, mas que não tinha que dividir o teto com um mentiroso; aquela pessoa que fez a sua vida um pesadelo.
Tudo o que você quer é uma casa. Um lar. Pode ser muitas coisas. Uma lembrança. Um livro. Um minuto. Mas apenas quando você transforma uma pessoa em um lar que você percebe que, cara, você é feliz. Você, agora, não é mais aquela pessoa que tinha que aguentar tudo calada. Aquela pessoa não-importante para as pessoas. Porque, agora, com a pessoa que é seu lar, você é importante. Porque ela nunca largaria você, qualquer que fosse a circunstância. Ela diz a você que vai ficar ali, por você. Não porque ela precisa de você, mas porque ela sabe que você precisa dela.
Você não tem que procurar alguém rico, alguém que tenha o jeans perfeito, o cabelo perfeito. O trabalho mais bem remunerado. No fundo, nós só queremos alguém que nos complemente. Alguém que enquanto estamos lendo nosso livro preferido, pergunta se queremos um copo de chocolate quente. Alguém que consegue recitar sua frase favorita, só para te ver sorrindo. Alguém que consegue ficar em silêncio, ao seu lado, sem se constranger, sem achar que precisa dizer algo. Alguém que só deite do nosso lado e pergunte qual canal queremos ver, mesmo que ele saiba exatamente qual é nosso canal preferido. Alguém que está ali, por nós. Que não vai a lugar nenhum, mesmo se você pedir. Esse alguém vai ficar segurando sua mão, enquanto te escuta chorar. Porque esse alguém sabe que ele é tudo para você. Que ele é a sua casa.
Depois de um tempo, os mentirosos apenas se tornam uma lembrança. Uma lembrança que, no final, faz você rir e se perguntar: Como eu pude suportar isso?
Mas, sim, você suportou. Você mostrou à vida - e a todos ao seu redor - que nada pode matar você. Que você conseguiu forçar aquele sorriso, mas que, agora, não tem que forçar mais nada. Porque, finalmente, você se libertou. Você consegue sentir o vento farfalhando em suas asas, pode sentir  cheiro da grama, pode sentir seus dedos formigarem pela expectativa.
Ah, a liberdade. Ela é a felicidade. Ela é que te faz olhar para o céu e pensar: Sou feliz. E, sim, agora você é feliz.
Você conseguiu.
Você não é mais uma sombra no meio das pessoas. Agora você é a que todos os outros querem ser.
E a felicidade? Ah, se eu te contar a fórmula para alcançá-la, você ainda estaria na cama.
Então, levante, vista a sua melhor roupa e o seu melhor sorriso. Já sorriu para alguém que não conhece? Pois sorria. Sorria mesmo sem motivos. Mesmo se a pessoa para a qual você está sorrindo, um dia, lhe fez mal. O sorriso é a única coisa que não podem roubar de você. Então, espalhe seu sorriso. Espalhe a liberdade. Espalhe para todo mundo o quanto você é feliz. Os incomodados? Ah, deixe que eles se mudem para Marte de inveja.
Porque agora você é a estrela que sonhou alcançar. E, olhe, você brilha mais do que todas as outras. Acredite.

Love, Nina.

You May Also Like

5 comentários

  1. Ahh fala sério.
    Preciso mesmo de dizer alguma coisa?
    Ficou perfeito, lindo mesmo, adorei, principalmente o final, porque você sabe, eu sou positiva e gosto de grandes reviravoltas, adoro as histórias onde o vilão se acaba de sofre ao ver o mocinho simplesmente sendo feliz!!!

    Linda e vc merece ser feliz, espero que vc esteja saindo de casa com o seu melhor sorriso e o distribuindo por ai.
    Afinal o mundo merece te ter!!

    Bjinhos
    Gabis

    ResponderExcluir
  2. NINA, amore! Preciso dizer que eu entendi, e compartilhar cada sentimento seu lendo esse texto. Tudo o que a gente vive junto, os mesmos tópicos das nossas conversas pelo msn, tudo o que a gente passa e parece que tem sido tão mais intenso nos últimos dias, você colocou aqui.
    Liberdade. é mesmo tudo aquilo que me faz feliz.
    É isso mesmo, se o seu sonho é ser livre, então lute.
    Se o seu sonho é ser feliz, então seja :)
    Por que você merece.
    Saudades demais.
    PS: Vou mandar seus livros esse mês agora (Agosto), por que olha, a minha irmã tá demorando demais e eu já estou me sentindo mal pelo tanto de tempo que eles estão aqui comigo.
    Ah, lembre-se de participar da promoção lá no blog querida :)

    Beijos ;*
    Carol,
    http://caixa-a-a.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. OI Florzinha!!

    E aí? Tudo bem?

    Vc tem skoob??
    Se tiver me adiciona lá.. rsrs

    Bjinho

    ResponderExcluir
  4. O texto é maravilhoso e com o final surpreendente!! Amei

    ResponderExcluir
  5. Meu blog: amazonanouniverso.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja LGBTQfóbico(a), racista ou machista. O mundo agradece :)
Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.

Torne o mundo um lugar melhor: não seja babaca :)



INSTAGRAM