Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Woody Allen e seus diversos narradores

by - setembro 28, 2013


Não sei vocês, mas eu sou apaixonada pelo trabalho do Woody. Cada um mais formidável que o outro e nunca perdendo seu estilo único - mesmo aqueles cujos enredos não são majoritariamente baseados na comédia, como Vicky Cristina Barcelena, ou Meia-Noite em Paris. O que mais me chama atenção em seus filmes é justamente o fato de ele narrar das mais variadas formas sua storyboard. 

Annie Hall - se a cena em si já não é cômica o suficiente, Alvy (o personagem), ao interagir conosco e ao apresentar o cara da fila ao Marshall McLuhan, facilita a potência de sua comicidade. 

Manhattan - O escritor narra em off o que acontece na cidade e a própria cidade é uma ferramenta que possibilita a narração, também. 

Poderosa Afrodite - O coro grego é o diferencial neste filme que poderia não ter dito seu destaque merecido se seguisse apenas com a narração linear; quem já assistiu sabe que o coro grego aparece diversas vezes em muitas situações. (A resposta de Zeus é de rachar a cara, hahahaha). 

~*~
Graças a um evento no prédio da Letras, hoje, pude rever essas cenas e compartilhá-las com vocês. Por isso, comentem. Eu mantenho o blog por causa dos seguidores, especialmente. Gostam do Woody? Detestam? Nunca assistiram a estes filmes, nem aos outros? Não deixem de comentar!
~*~

Literatura e Cinema pra vocês, Nina. 

You May Also Like

0 comentários

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM