Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Trechos de: Senhorita Ninguém.

by - novembro 11, 2013

Decidi publicar os trechos que mais me chamaram atenção do último livro que li para, depois, fazer sua resenha.

Trecho de: Senhorita Ninguém, Tomek Tryzna. Livro polonês, 1994.

"A gente tem que se sufocar no meio, porque infelizmente, ou felizmente, os infinitos não são para os seres humanos. A gente vive e morre na solidão", p. 83.


"- Não é para os outros que quero ser alguém - diz Kasia - Quero ser alguém para mim mesma", p. 90.


"- Sim, minha Kasienka - dia a professora - Queria te poupar de muitas desilusões. As ovelhas negras não levam uma vida fácil. 
- Como você pode sabe como é a vida das ovelhas negras, se você não é uma delas? - pergunta Kasia", p. 93.


"- Fiquei irritada porque gostaria muito que você soubesse tudo o que eu sei. Não é muito, mas sempre é mais do que nada. Só que você tem que entender que, para conhecer a si própria e ao mundo, não pode ter tantas vendas nos olhos", p. 157.


"- Não foi o padre que criou você, foi Deus. Ele criou você para que tentasse igualar-se a Ele em sabedoria. Mas, além de tudo, criou você para que fosse livre, também livre Dele, entendeu? Livre, livre, livre! Porque a liberdade é a oração que dá mais alegria a Deus. Reze a Ele com a sua liberdade", p. 159.


"Abandoned, hope and love that turns and self contempt bitterer to drink than blood pain whose unheeded and familiar speech is howling and keen shrieks day after day and Hell or the sharp fear of Hell...", p. 253 (é um poema com o qual Marysia sonha e depois anota).


"A vida. A gente pode não fazer nada, não dizer nada, não pensar em nada... que a vida vai continuar. A mesma para mim, para uma formiga, para cada plantinha. Independentemente do que eu for, sempre serei a vida. Até quando for. E quando já não for? O que serei, quando já não for vida? O ar? Porque agora sou um corpo", p. 308. 


"- Para poder ajudar os outros - diz Milu -, é preciso antes ajudar-se a si mesmo. É cena muito cômica um cego conduzir outro cego. Pense em você, Marysia", p. 327.  

Até a resenha de Senhorita Ninguém, Nina.

You May Also Like

1 comentários

  1. adoreei!
    melhor quote: "- Não é para os outros que quero ser alguém - diz Kasia - Quero ser alguém para mim mesma", p. 90.
    champagne supernovafan page

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.



INSTAGRAM