Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Don't let it die, dear

by - março 22, 2014

Não sei se posso esperar para sempre. 
Você não pode pedir para que eu espere. O que eu tenho guardado por tanto tempo pode mudar as nossas vidas. Você é o único que pode alterar qualquer coisa dentro de mim. Apenas com um sim. 
É a palavra mais simples do mundo.
Aceitar.
Você pode pegar o telefone e me ligar. Ou andar pelos quarteirões até me encontrar no meio do caminho. 
Por favor, não deixe que isso morra. 

Há estranhos por toda parte, mas você é o único que consegue me manter aqui. É o único que eu conheço. É o único que me faz sentir em casa, pertencente a algum lugar. 
Com você estou segura. 
Não há como você saber o que se passa na minha mente. Mas me pergunte, e eu lhe direi. 
Não é hora para temer a verdade. Ela existe para que você, com essa sua cabeça meio avoada, entenda tudo o que se passa comigo.
Mas apenas peço.
Por favor, não deixe que isso morra.

Você poderia me convidar para um café no centro da cidade, comprar um quadro caricaturado dos Beatles para mim, ou meramente me acompanhar até em casa. 
Você fez a sua escolha. 
Eu, entretanto, ainda não me decidi. É difícil tomar decisões quando seu coração está quebrado, entenda isso. 
Quando tudo o que quer é reviver o passado e se perguntar se isso vai dar certo. 
Pode dar certo?, eu te pergunto.
Apenas me dê uma chance. 
Porque está cada vez mais claro que não tenho mais medo de dizer que você é tudo que quero. Tudo aquilo de que preciso. Tudo aquilo que venho sonhando para a minha vida. 
Apenas me dê uma chance.

Apareça. 
Venha.
Diga que sim. 

Não tenha medo de me aceitar. Apenas se dê uma chance. A sua chance de mudar tudo. 
Sua vida é minha também. 
E quero que minha vida seja sua.
Apenas não deixe que isso morra. 


Love, 
Nina 

You May Also Like

3 comentários

  1. Nossa Nina.....
    Quanto sentimento no texto....
    lindo demais... diferente dos outros seus que li.... amei mesmo do fundo do coração.... vc é uma escritora maravilhosa!

    ResponderExcluir
  2. Também achei esse texto com algum toque diferente dos demais que escreve, mas tão bom quanto.
    A gente ta sempre esperando mesmo sem saber quem né?!
    Beijos

    http://essameninamoca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus!!! Você não sabe o quanto eu me identifiquei com esse texto, sério!! Muito do que você escreveu é exatamente oque eu venho sentindo ultimamente, exatamente oque vem se passando pela minha cabeça, sério!1 Me identifiquei demais, e você escreve super bem, parabéns!!!

    Beijos!!!

    http://etcoetra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.



INSTAGRAM