Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Resenha: O Teorema Katherine

by - maio 01, 2014


Título Original: An Abundance of Katherines
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Ano:2006

~*~

Esse livro é um dos melhores do John Green, já te falo. Li-o em um dia, sem brincadeira. Simplesmente me apeguei aos personagens e ao enredo de um tanto que, quando vi, o livro tinha terminado. O que mais amo em livros desse tipo é isso: a gente lê e nem percebe. Como estou afundada de coisas teóricas pra ler, por causa da faculdade, foi ótimo tirar um dia inteiro para ler por diversão. Sentia muito a falta disso. 

Vi algumas semelhanças deste livro com Cidades de Papel, acho que por causa do negócio da road trip. Pois, Colin, após uma decepção amorosa - a 19ª consecutiva -, decide viajar um pouco com o melhor amigo, Hassan. A decepção de Colin é porque a K-19, a 19ª Katherine de sua vida, lhe deu o fora. Apesar de ter tido outras Katherines, ele acha que sem a K-19 vai ser difícil viver. Outra coisa interessante sobre Colin é que ele é um menino superinteligente, do tipo prodígio. Ele tem um QI acima da média e adora anagramas. Sabe um monte de coisas inúteis que apenas servem para irritar seu melhor amigo. Tudo que Colin diz não é interessante para Hassan. Mas Hassan é meio que o Rony Weasley, sempre vive nas sombras do melhor amigo. Hassan é dono de um humor hilário - muitos dos trechos engraçados é devido a ele - e está sempre com uma palavra pejorativa na ponta da língua. A amizade dos dois é muito engraçada, pois, apesar de serem muito diferentes, eles têm um laço muito grande de cumplicidade. 

A viagem para por causa do arquiduque Franscisco Ferdinando. Uma viagem de carro, de acordo com Hassan, é uma aventura, por isso eles vão parar em Gutshot, uma cidadezinha caipira. Lá eles conhecem Lindsey, O Outro Colin e outras pessoas. Com a oferta de um trabalho proposto pela mãe de Lindsey, Hassan e Colin ficam pela cidade acordando com o galo e entrevistando velhotes. Pessoalmente, eu adorei os velhotes. Acho que porque, de maneira geral, adoro conversar com gente velha. Outra coisa legal do livro é que é incorporado o modo caipira de falar das pessoas de Gutshot. É muito engraçadinho os diálogos, sério. 

Os personagens, eu acho, têm de ser analiados separadamente, pois não há uma generalização. Como sempre, John Green acertou nas características de todos, o que nos faz logo amá-los. Mas Colin, por exemplo. Jesus, ele é um mimizento. Está sempre reclamando da vida, como nunca vai ser conhecido. Para sanar este problema crônico, ele está tentando fazer um teorema para conseguir prever quem, dentro de um relacionamento, será o terminante e o terminado e quantos dias o relacionamento pode durar. Ele trabalha duro para conseguir fazê-lo. Mas, de maneira geral, sempre parece que ele está reclamando da condição de nerd dele. A Lindsey é bem inteligente também, mas não tanto quanto Colin. Ela não pensa, por exemplo, em sair daquela cidade, em ter um futuro mais próspero. Ela é meio amalucada, às vezes, mas sempre rende boas risadas. 

De modo geral, dá para prever um pouco do enredo quando você chega na metade do livro. Não é nada muito desconexo. Eu gosto de clichês, mas depende muito do modo como ele é escrito. Por incrível que pareça, O Teorema Katherine é um clichê legal. Um clichê que, por mais que você saiba o que irá acontecer, você fica feliz mesmo assim por ter gastado aquele tempo. E outro ponto que adorei no livro foram as notas de rodapé. Li muita gente reclamando, dizendo que é inútil e irritante, mas achei bastante legal, pois a maioria dos comentários são hilários. Acho que elas complementam bastante o enredo em si. 

Love,
Nina  

You May Also Like

2 comentários

  1. Não sei exatamente o motivo, mas não tive vontade ainda de ler nenhum livro do John Green. inclusive quando me falam de A culpa é das estrelas ninguém acredita que não o li. Ainda não tive vontade de nem de colocá-lo na lista. Estou realmente esperando o filme pra ver se a vontade aparece e pretendo depois dar uma pesquisada sobre os outros livros pra ver se surge o interesse, porém até agora nada.

    Beijos

    Cybelle

    http://voando-sozinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li esse livro, mas quero muito poder ler logo. Ele parece ser maravilhoso! Adorei a resenha flor, ficou ótima e me deixou ainda mais curiosas hahah
    Um beijão <3
    docesexpressoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM