Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Resenha: Eleanor & Park

by - julho 13, 2014

Título Original: Eleanor & Park
Autora: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Ano: 2013
Páginas: 325

~*~



Se não me engano, descobri Eleanor & Park pelo Corujando bem no comecinho do ano. Ele demorou a chegar nas minhas mãos, devido a um problema na Livraria Cultura, mas quando o peguei, o li em um único fim de semana. Foi tão rápido, tão maravilhoso, que eu desejei ter prolongado a leitura. 

Park é um mestiço que adora música alta, enquanto Eleanor é a garota nova tímida. Eles se conhecem no ônibus escolar e, aos poucos, apesar de vácuo dos primeiros dias, uma amizade nasce. Park empresta gibis e grava fitas para Eleanor e, assim, eles se aproximam de modo bastante cauteloso, mas ao mesmo tempo rápido.

Eleanor se acha gorda e se veste com roupas pouco convencionais. Seu estilo é muito diferente dos demais, o que a destaca diante da multidão, além de receber apelidos maldosos e ser alvo de brincadeiras humilhantes. Ela é ruiva, um fato que me ganhou desde o começo. Eu amo gente ruiva. Se pudesse, teria nascido ruiva, acho lindo. Só que isso parece não agradar seus colegas, que a apelidam de "Cabeçorvente". Park, em contrapartida, está sempre de preto, com raras exceções. Ele é um típico adolescente dos anos 80, por isso me identifiquei demais com ele. É muito fácil apreciar Park, porque ele é muito gentil e verdadeiro. 

Aos poucos, é claro que a amizade evolui para amor. E, de maneira alguma, Rowell fez essa transição parecer forçada. Devido à família pouco normal de Eleanor, ela não pode falar que está namorando Park, então, começa a inventar mentiras para dizer do porquê não vai pra casa logo após a escola. Seu padrasto, Richie, é um bêbado machista e totalmente descontrolado. Sua mãe, no entanto, não tem coragem de se separar dele, então a família inteira sofre com brigas e outras coisas mais sérias. Richie tenta se impor perante a todos, intimidar a todos e, Eleanor especialmente, tem medo dele. Tudo o que ela faz é sair da rota dele, para não arranjar problemas. 

O relacionamento de Eleanor e Park é meio que baseado em omitir boa parte da vida de Eleanor. Park não tem ciência de que a família dela é do modo que é, porque a garota evita falar sobre isso. Há certos impasses, também: por exemplo, a família dele a acha esquisita; a mãe de Park, apesar de ser educada, acha que Eleanor não é a menina certa para seu filho. Mas, aos poucos, esse "estranhamento" vai se desfazendo, e a Eleanor e a mãe de Park encontram maneiras de se aceitarem.

O livro é simplesmente lindo e sensível. Ele lida muito com essa coisa de se estar perdido na sociedade, de não se encaixar. Além disso, lida muito com as relações interpessoais. É realmente tocante a maneira como Park e Eleanor se relacionam, porque não é nada forçado e há uma pitada humor em quase tudo. Com certeza, Eleanor & Park me deixou com uma ressaca literária terrível. Estou tentando mergulhar em outros livros, mas não consigo. Tudo que quero fazer é reler este. Ele, com certeza, deixa o leitor meio frustrado e depressivo, mas isso, de maneira alguma, é uma coisa ruim. É justamente o que o faz perfeito. Um dos livros mais sensíveis e lindos que já tive a oportunidade de ler, vou levá-lo para sempre no meu coração e na minha estante! E o mais legal é que, conforme você vai avançando na leitura, dá pra criar uma playlist bem bacana com as músicas que são citadas!
Love
Nina 

You May Also Like

8 comentários

  1. Nina, você não vai acreditar... Estava pensando em alguns blogs para visitar e me lembrei do seu. Aí chego aqui e olha a coincidência, encontro a resenha de um livro que comprei semana passada por acaso.
    Esse é o meu último mês de férias e queria aproveitar o máximo lendo, então comprei quatro livros. Todos comprei por comprar, sem saber de indicação nenhuma, sem ter lido qualquer resenha sobre eles.
    Agora já estou terminando de ler o primeiro, que foi de romance policial. E agora, depois dessa sua resenha, com certeza o próximo será Eleonor & Park. Comprei pela capa e pelos comentários que tinham de outros autores/jornais/revistas e agora sei que, provavelmente, não irei me arrepender!
    Adorei a sua resenha, parece que o livro é realmente algo simples, sensível e que marca a gente né? Estou ansiosa! rs

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
  2. que livro incrível
    adorei a sua resenha, fiquei curiosa em conhecer mais sobre ele flor

    www.blogciliosposticos.com

    ResponderExcluir
  3. Ai, Nina, ele é muito lindo, não é? Sou simplesmente apaixonada por este livro, ele é sensível e tem momentos de partir o coração, por causa da família de Eleanor, das suas inseguranças, e no fim ele acaba deixando uma impressão que o livro não terminou. Adorei sua resenha, você conseguiu captar perfeitamente a essência do livro, ai. Já estou com vontade de reler <3

    http://corujando.org

    ResponderExcluir
  4. Eu amei! "Eu amo gente ruiva. Se pudesse, teria nascido ruiva, acho lindo." ♥♥
    Me identifiquei super e achei (me julgue) um estilo de escrita John Green, pelo modo que você descreveu; com esses problemas de se aceitar e tal.
    Fiquei MEGACURIOSA agora... *u*
    Continue com seu blog, Nina! Ele é um tesouro!

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post.
    Vou colocar na minha lista de desejados!
    O ultimo que me deixou assim foi O lado bom da vida.
    Estou ansiosa por mais!
    Bjs!

    http://linnebaptista.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu li sobre esse livro em algum blog que eu não lembro, mas nunca parei pra ler a sinopse. Fiquei com muita vontade de ler ele, porque estou precisando sair um pouco desse meu 'mundinho de John Green'. Algo me diz que esse livro tem um pouco de As vantagens de ser invisível, que diga-se de passagem é o meu livro preferido.
    Você escreve muito bem, um beijo!
    http://pontenovayorkparis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu já vi resenhas sobre esse livro e ele parece ser mesmo muito bom. Eu, assim como você, gosto muito desse estilo melancólico. Obrigada por sua visita ao meu blog, estou seguindo o seu.
    Beijos

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Que resenha mais linda, Nina. Quero muito poder comprar Eleanor e Park. Tudo bem que demoro anos pra sair de qualquer ressaca literária, mas faz parte. Todo livro maravilhoso a gente nunca tem vontade que termine. Conheci o blog agora e adorei. ♥

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM