28 de julho de 2014

#Resenha: Princesa Adormecida

Não esqueçam de participar do sorteio de Esta é uma história de amor! As regras estão aqui.
_______________

Título: Princesa Adormecida
Autora: Paula Pimenta
Editora: Record
Páginas: 189
Ano: 2014


Paula Pimenta é autora das séries Fazendo Meu Filme e Minha Vida Fora de Série, além de livros de crônicas e poemas. Ela já participou, também, de uma antologia de contos com escritoras mundialmente famosas, como a linda da Meg Cabot. O último livro da Paula que saiu é Princesa Adormecida, uma releitura do conto de fadas A Bela Adormecida. 

Neste livro, a nossa personagem principal é Áurea, também conhecida como Anna Rosa. Confuso? A princípio, sim. Eu fiquei total perdida no começo, não estava entendendo nada, mas calma. Conforme a leitura avança, você entende melhor. Os pais de Áurea se conheceram na França. O pai dela tem sangue real, mas a mãe não. Tudo parece ótimo, até que uma amiga em comum dos dois sente ciúmes deles. A mulher, Marie Mallevile, se diz apaixonada pelo pai de Áureahá anos e jura vingança por não ter ficado com ele. Com isso, ela tenta raptar Áurea - sem sucesso, pois é delatada por um garotinho. Conforme a garota cresce, as investidas de Marie pioram, até que Áurea morre. 

Oi? Sim. Ela morre... para todo mundo, menos para a família, que é a única a saber que Áurea, na verdade, agora se chama Anna Rosa e vive com os tios, no Brasil. Esse plano é arquitetado para tentar despistar Marie. Então, Rosa cresce cheia de cuidados: não pode falar com estranhos, não pode sair com as amigas, não pode namorar... E Rosa não entende muito bem o porquê disso tudo, apesar de ter diversas versões disso na cabeça. 

Tudo muda a partir do momento em que ela e as amigas vão passear sozinhas pela cidade, sem a autorização da escola  e dos tios da menina. Elas vão a um bar, onde a DJ Cinderela  está tocando lá (se você leu o conto de Paula contido no Livro das Princesas sabe totalmente quem é a personagem). Rosa dá seu número à DJ, que promete informações sobre seus shows e coisa e tal por mensagens. É aí que tudo realmente começa. Rosa, que nunca falou muito com meninos, começa a conversar com um por mensagens. Com base no que eu já tinha lido, achei que fosse a Marie Mallevile se comunicando com a Rosa, se passando por um menino legal para conquistar a menina. Acontece que eu quase acertei. 

Bem, os dias vão se passando e Rosa se vê cada vez mais apaixonada pelo garoto das mensagens, chamado Phil. Apesar de a personagem ter 16 anos, nessas horas ela parecia ter uns 12, sinceramente. Sem falar que as mensagens eram melosas demais. De certo modo isso irrita, mas depois que você se acostuma, tudo bem. Como eu já li todos os livros dela, já me acostumei. Mas para quem não está acostumado, é meio difícil. É muito "Oi, princesa", ou "Oi, minha linda". Sou romântica, mas não sou de gostar dessas coisas. 

Enfim, deixando isso pra trás... O enredo é muito bem arquitetado e envolvente. Dá totalmente para ler o livro em uma só sentada, porque você fica tão presa à história que não consegue fazer outra coisa. E a Rosa é uma personagem muito cativante, me lembrou um pouco a Fani, de FMF. E o Phil? Tô querendo um pra minha vida, haha. 

A ilustração da capa é de tirar o fôlego, simplesmente adoro quadros impressionistas, e essa arte ficou linda! E, por dentro, há um monte de coisas diferentes, também, como os balõezinhos das conversas entre Rosa e Phil, as páginas arrancadas dos bilhetinhos e as matérias de jornais. Infelizmente não posso contar mais nada sem soltar spoilers importantes, portanto leiam, porque vale muito a pena! 



Love
Nina 

6 comentários:

  1. Que graça! Adoro releituras de contos de fadas. Nunca li nada da Paula Pimenta... Confesso que sempre fiquei com um pouco de preconceito. Mas esse livro parece mesmo legal. <3 Adorei a resenha, Nina linda <3

    Diary of Dreams

    ResponderExcluir
  2. Apesar de curtir bastante a autora estou com receio dessa nova proposto por conta do que parece ser seu público alvo e por conta de algumas resenhas negativas da obra. Mas ainda assim quero manter a chance de lê-lo em aberto para um momento que tudo que eu precise fazer é limpar a mente.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled
    http://girlspoiled.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Aqui em Portugal ainda só foram lançados 2 livros da Paula Pimenta - A Estreia e Na Terra da Rainha - de Fazendo Meu Fillme que cá em Portugal ficou traduzido como A Minha Vida é Um Filme. No entanto, já deu para ver como a autora é maravilhosa e eu quero muiti mais. Adorava que essa série das princesas chegasse cá , e tenho a certeza que todos os outros contos serão tão maravilhoso quanto Princesa Adormecida ^-^

    Beijoo, Jessie
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt
    Porque não faz uma visitinha? :p ia adorar ter você por lá e saber o que você acha

    ResponderExcluir
  4. Parece ser tão bom quanto os poucos livros que já li da Paula Pimenta. Bom, estou acostumada com a escrita dela e os personagens, também me canso um pouco de algumas partes melosas entre os casais dela, mas também tem a questão que é um livro que gira em torno do mundo adolescente em que realmente há muitas meninas que são assim (eu sou mais melosa hoje que na adolescência), mas como você diz a gente se acostuma. Por enquanto ta tenso, mas futuramente é possível que eu vá atrás desse livro.

    http://essameninamoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ai Nina, sinceramente, comprei esse livro assim que foi lançado, mas, depois de tantas coisas ruins que li sobre ele nem sei se me animo a lê-lo. Parece que as personagens da Paula Pimenta são todas iguais. Tive a maior decepção do universo com MVFS 2 porque, nunca gostei da Fani, você sabe, e depois de MVFS 2 vi a Paula transformar a Priscila, minha favorita, em uma Fani. Para mim a história foi exatamente a mesma, mentiras e histórias desnecessárias que são inventadas para dar um quê de revolta na história, e isso me irrita, porque os motivos das personagens para enganarem os meninos e depois passarem o resto da historia (como vai acontecer quando oRodrigo descobrir, cooom certeza!) se fazendo de coitadinhas até que magicamente alguém decida resolver tudo por elas, não me atrai mais. Comecei a ler FMF de novo e tive a maior decepção da vida, vou refazer as resenhas do blog porque minha opinião sobre eles mudou muito. Ainda adoro e admiro a Paula pra caramba, mas, acho que ela tem muito mais potencial do que ficar reproduzindo exatamente as mesmas histórias com personagens iguais só de nomes trocados.
    Tudo que li sobre essa história é que ela é infantil e boba demais para o proposito, e que uma garota ligada em tecnologia do seculo XXI não é tão burra assim. Descrença total, principalemente por já conhecer as historias da Paula e saber que as chances de isso ser verdade são bem altas.
    Mas ein, me animei muito com o livro que ela, a Thalita Rebouças, a Bruna Vieira e a Babi Dewet vão lançar, você viu?

    Beijos, amore!

    ResponderExcluir
  6. Achei o Blog é uma fofura...
    Está rolando sorteio no blog ^^ Se tiver interessada o link está aqui embaixo
    http://euemeuviciochamadoleitura.blogspot.com.br/2014/10/sorteio-cada-menina-tem-sua-historia.html

    ResponderExcluir

Seu comentário é super bem-vindo. Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu o visitar assim que possível ;)