15 de agosto de 2014

#Resenha: Will & Will

Título Original: Will Grayson, Will Grayson 
Autores: John Green e David Levithan
Ano: 2010 (publicação nos EUA)
Páginas: 348
Editora: Record


Confesso que não tinha muita vontade de ler este livro, apenas o peguei por puro impulso num dia que pude, de verdade, gastar em livros. É claro que qualquer livro que tenha sido escrito pelo John Green é ótimo, e esse não é diferente. Embora nunca tenha lido nada do David (que escreveu Nick e Norah - uma noite de amor e música, com a Rachel Cohen) - e embora os capítulos dele tenham me irritado - acho que ele fez perfeitamente o papel de um bom escritor. 

Will & Will conta a história de dois diferentes Will Grayson. Will Número Um é o melhor amigo de um cara gay, o Tiny, que é todo exultante e seguro de si mesmo. Tiny está escrevendo um musical, e Will Número Um não quer estar representado nele. Acho que, em muitos aspectos, Will Número Um tem vergonha de ser amigo de Tiny (talvez não por ele ser gay, mas talvez porque Tiny é expansivo e tudo mais). Esse Will é contido, mas engraçado. Ele tem regras como sempre ficar de boca fechada e não se importar com as coisas, mas, no fundo, ele é o tipo de cara que se importa muito, apenas não quer admitir. Já Will Número Dois é fechado e depressivo. Ele é um doce, mas não consegui gostar muito dele (talvez, porque não há muita diversão nas partes dele e tudo parecer meio monótono e depressivo). 

Will Número Um vai a um show com seus amigos, Tiny e Jane. Ele não consegue entrar, entretanto, e vai parar uma sex shop. É lá que encontra Will Número Dois, que tinha ido ali para se encontrar com um cara que tinha conhecido ela internet (que se revelou não ser, exatamente, tão real quando Will pensava). Will Número Um meio que consola Will Número Dois e o apresenta a Tiny. A partir daí, Will Número Dois e Tiny entram num relacionamento recheado de mensagens trocadas. 

O livro é ótimo, não me leve a mal, mas eu não consegui sentir conexão nenhuma entre Will Número Dois e Tiny. Eles parecem totalmente diferentes um do outro, e querem coisas diferentes, também. Eu achava que o livro era mais sobre os dois Will. Achava, mesmo, que eles terminavam juntos (acho que foi por isso que o li em tão pouco tempo). Mas, infelizmente, não é isso que acontece. Os dois Wills nem amigos ficam direito. O destino deles é totalmente outro, e por isso há certa decepção. 

O personagem de John Green (dá totalmente pra saber que é dele), o Will Número Um, é um personagem autêntico e verossímil. Ele nos passa credibilidade. Mas o Will Número Dois é muito mimizento. Não sei explicar muito bem, mas tem alguma coisa nele que não me fez gostar dele. E o modo como os capítulos dele foram escritos me irritaram demais. 

eu: sabe o que é uma merda no amor?
o.w.g.: o quê?
eu: o fato de estar tão ligado à verdade. 

Love
Nina 

5 comentários:

  1. SIM! MINHA NOSSA, SIM! Eu nunca vi ninguém que tivesse expressado a minha opinião pra esse livro tão bem <3 Nossa, eu lembro que odiei a primeira metade do livro, principalmente por causa do Will Dois. Mas o que salvou, pra mim, foi o Tiny. Ele é um amor de pessoa e mega divertido e eu me identifiquei muito com ele, na época. Mas, mesmo assim, não foi aquele livro que você lia e ficava "OH, WOW". Era só, tipo, "ah. Legal".
    Você falou direitinho o que eu pensava <3 Amei a resenha, Nina! ^~^ xx

    ResponderExcluir
  2. Também nunca tive vontade de ler esse livro, nenhum interesse, não sei por que.
    E depois dessa resenha realmente fiquei ainda mais sem vontade.
    Acredito que não deva ser um livro de fato ruim, como você disse, o fato de ter o John Green nele me faz acreditar que ele é, no mínimo, razoável. Possível de ser lido sem grandes problemas.
    Mas você realmente me desanimou! rs E eu prefiro me manter apaixonada pelo John Green, pelos livros que já li dele!

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
  3. Tô com tanta vontade de ler esse livro e ainda não tinha lido resenha dele!
    Amo o Jhon Green ♥

    Beijos!
    http://www.taldenanny.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nina!

    Li recentemente esse livro e também acreditava que haveria uma relação entres os Will's o que não acontece. Mas totalmente ao contrário de ti, eu gostei bem mais do Will número 2 e da narrativa do David. Não gosto muito do tio João Verde.

    Em breve a resenha de Will e Will estará também disponível em:

    http://legereoculis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Sério que os Will's não são um casal? Juro que eu achava que eles iam ter um lance e tal. Mas ainda assim quero ler. Muito boa a resenha, apesar de eu já ficar meio assim com esse tal Will Dois, mas foi bem colocada sua opinião.

    http://essameninamoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é super bem-vindo. Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu o visitar assim que possível ;)