Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Resenha: As Brumas de Avalon - A Senhora da Magia

by - setembro 14, 2014

Hoje trago a vocês o primeiro volume de uma série sensacional: As Brumas de Avalon. Provavelmente, muitos conhecem de nome, mas nunca leram. Desde Harry Potter eu não fico tão viciada por uma série deste gênero!

Título Original: The Mists of Avalon 
Autora: Marion Zimmer Bradley
Editora: Imago Editora
Páginas: 286
Ano: 1982
(infinitos )


A história de passa na Idade Média (oh, really?). Pra quem não sabe, a série traz à tona a lenda do Rei Arthur. Desde o começo somos apresentadas à Igraine, irmã da Senhora do Lago, Viviane, e irmã também de Mourgause. Igraine é casada com o Duque da Cornualha, o Gorlois, com quem tem uma filha, a Morgana, que ainda tem quatro anos no começo da trama. Logo nas primeiras páginas, Igraine recebe a visita de Melim e a Senhora do Lago, no castelo de Tintagel. A visita é composta por uma espécie de profecia: Igraine vai conceber o próximo Duque da Bretanha, que unificará a região. E, para tanto, ela tem que se deitar com Uther Pendragon, traindo, assim, seu marido. 

"- Precisamos ter nosso próprio líder, que possa comandar toda a Bretanha. Sem ele, quando se juntarem contra nós, toda a Bretanha cairá, e, por centenas e centenas de anos, viveremos em ruínas sob os bárbaros saxônicos. Os mundos separar-se-ão irrevogavelmente, e a lembrança de Avalon não restará nem mesmo na lenda, para dar esperanças à humanidade (...) "os mundos voltarão a se juntar, um mundo com lugar para a Deusa e para o Cristo, para o calderão e a cruz. E esse líder nos unificará"" - p. 27.

A princípio, Igraine reluta bastante, mas conforme os dias se sucedem, ela começa a aceitar a ideia. Ela e Gorlois embarcam numa viagem para os líderes discutirem sobre o futuro da Bretanha, após que Ambrósio, o atual Duque, que está muito doente, morra. Acontece que Ambrósio realmente vem a falecer e começa a ocorrer inúmeras conferências para decidirem o novo Duque. Igraine é apresentada à Uther na missa da manhã que Ambrósio morre e pensa que ele é muito desastrado para ser o novo Duque. Uther é uma espécie de grandalhão desajeitado e muito louro; na verdade, ele me agradou bastante. Uther é apenas alguns anos mais velho que Igraine e ela, ainda confusa, começa a sentir atração por ele. Gorlois começa a desconfiar dos dois e se tornar violento com a esposa, mesmo que ela jure que não o está traindo (e, realmente, ela nunca beijou Uther). 

Gorlois, cego pelo ciúme, declara guerra contra Uther. Igraine fica desesperada, é claro, e começa a buscar pelas Visões, além de sonhar com Uther. Num dos sonhos, ela percebe que já o conhece de outras épocas (leia-se: "outras vidas") e se dá conta que é por isso que tem uma afeição grande por ele. Uther ganha a guerra, depois de Igraine lhe avisar, via espírito, que ele corre grande perigo nas terras de Gorlois. Quando o inverno chega, Merlim visita Igraine, dizendo que está trazendo o Duque da Cornualha, mas, na verdade, é Uther. Nesta noite, eles se declaram e vão pra cama. No dia seguinte, ficam sabendo que Gorlois está morto, de modo que, agora, Uther é o novo Duque da Cornualha e está reivindicando suas terras e sua castelã. Uther e Igraine acabam se casando. 

Rainha. A palavra provocou-lhe um estremecimento. Fora para isso que havia feito tudo aquilo, fora para isso que nascera. - p. 138. 

Essa é a primeira parte do livro. Não há uma separação real, mas sempre que Morgana fala em primeira pessoa, eu senti que havia um pulo no tempo (que realmente acontece). Em sua fala, Morgana confessa que nunca sentiu amor por seu irmão, Arthur, porque sua mãe sempre está tão ocupada em amar Uther, que Morgana tem de ficar cuidando do bebê o tempo todo. 

É falado muito sobre um cisma na Bretanha. É nos dito que cristãos e druidas (sacerdotes celtas como Merlim e Viviane) viveram lado a lado muito tempo atrás, mas que a magia druida retiraram a ilha de Avalon do âmbito humano e que, agora, ela estava escondida nas brumas. Merlim e Viviane vivem na ilha e, como estão ficando velho, precisam de aprendizes e herdeiros. Viviane, que não teve filhas para deixar Avalon nas mãos, decide levar Morgana para a ilha e ensiná-la a magia e a devoção à Deusa. Cristãos e druidas, agora, são inimigos. É mais ou menos o que houve nos cismas do Oriente e Ocidente, no entanto, Merlim ainda diz que todos os deuses são um só. 

"- Em nome do Cristo, ordeno-lhe que se vá! Em nome de Deus, volte para o reino das trevas de onde veio!
A risada clara de Merlim ecoou pelas paredes.
- Bom irmão em Cristo - disse ele -, seu deus e o meu deus são a mesma coisa. Você realmente acha que eu desapareceria com o seu exorcismo? Ou acha que sou algum maléfico espírito das trevas? Não, a menos que você considere a caída da noite de Deus como o advento das trevas!" - p. 127.

Merlim, que é um dos magos mais conhecidos, se revelou um grande personagem neste livro. Com certeza, eu, que pouco conhecia sua história, percebi que ele é uma pessoa que merece um respeito gigante, afinal, ele não é do tipo que defende a morte dos cristãos apenas porque é druida. Essa parte da trama fala muito sobre fé e é impossível não trazer a história para os dias de hoje, onde os cristãos ainda são intolerantes. 

Mas a história, agora, se ruma para Avalon, onde Viviane escolariza Morgana na magia e no amor à Deusa. A princípio, Morgana fica encantada com tudo e diz que nunca poderia odiar sua tia. Isso se mostra verdadeiro, até uma das outras mulheres ter uma visão sobre o Grande Casamento (uma espécie de "orgia" entre as mulheres ainda virgens e os homens do outro lado). Morgana, mesmo relutante, aceita fazer parte da profecia. Então, Morgana se encontra com o Rei-Gamo (que é Arthur), que precisa matar um gamo real, e como Deusa e Deus, eles concebem o ato do Grande Casamento. No dia seguinte, Morgana e Arthur finalmente se reconhecem e Morgana sente muita raiva de Viviane. Antes disso, Morgana havia feito uma bainha carregada de magia para a espada de Arthur, a Excalibur, impedindo que ele se ferisse nas batalhas. Depois do Grande Casamento, Arthur é assumido Rei e tem a missão de unificar a Bretanha e agradar cristão e druidas. 

Sinto muito se dei MUITOS spoilers, mas a verdade é que TUDO é de grande importância para a trama. Como podem ver, é um livro que trata muito de destino e fé. Os personagens são muito bem construídos, cada um com fortes características e opiniões próprias. A escrita não é simples e demora um pouco para se habituar a ela. Eu senti muito dificuldade de me adentrar na história no começo, pois, por mais que eu já conheça a lenda, parecia que eu nunca tinha lido nada a respeito. Mas, depois que a confusão passa, é impossível parar de ler esta preciosidade! Lembrando que este é o primeiro livro (de quatro) da série. 

Em breve, posto a resenha do segundo livro, pois os quatro estão na biblioteca da minha faculdade. Sempre senti vontade de ler As Brumas de Avalon, mas tinha muita preguiça de começar. Mas pode apostar que, assim que você se apaixona pelos personagens e pelos rumos da trama, você não vai conseguir parar de ler até que a última página apareça! 

Love
Nina 

You May Also Like

11 comentários

  1. Eu me lembrei de uns flashbacks do filme deposi que li sua resenha. Gente, é tanta história, tanta coisa, é msm um clássico da literatura,né? Amei :D

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li essa série mas vejo muita gente falando bem *-* E deve ser mesmo ótima, e eu amo histórias que se passam na Idade Média, então: preciso ler <33
    Beijoos,
    http://setimaondaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie! ^^
    Sempre vejo essa série a venda, mas nunca havia lido uma resenha sobre ela!
    Já tinha ouvido falar que se tratava da Lenda do Rei Arthur só que pelo ponto de vista feminina, fiquei muito curiosa para ler o Livro agora que vi trechos do Livro e com sua resenha!
    Beijos e até! ^^
    Sou do Blog:
    http://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Parece ser meu gênero Nina! Adorei a dica, ainda mais que não conhecia o livro!
    Entrou para a minha lista!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Acredita que esse é aquele tipo de livro que já vi mil vezes, mas não tenho vontade de ler? A história parece ser muito boa, mas não sei.. acho que tenho outros que quero ler mais. gostei da resenha <3

    http://escrevendomundos.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nina!
    Eu tinha um amigo super fã dessa série, e me contava os detalhes e tudo mais.
    Tenho certa curiosidade em ler, mas sempre fico com preguicinha, por saber que é uma história relativamente complexa. Mas fiquei curiosa de novo lendo sua resenha. :D
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Estou evitando séries pois estou com muito livro para ler, mas foi impossível não desejar este livro depois da sua resenha!! ;D

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Já li a série toda, e me apaixonei perdidamente por ela!
    Como você, eu ainda não tinha lido nada sobre a lenda do Rei Arthur, e gostei muito de conhecer a história por um viés feminino - já que as mulheres da vida de Arthur tiveram muita influência sobre ele.
    Adorei a resenha!
    Beijos
    http://addictionforbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Vim retribuir a visita. Fiquei encantada com o seu blog. Parabéns!
    Bjins literários,
    Simone Guerra - Para Cruzar o Atlântico
    http://paracruzaroatlantico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. O que dizer dessa vontade louca de ler Avalon High?

    ResponderExcluir
  11. Oi, Nina!
    Gostei da resenha, "As brumas de Avalon" é uma série extraordinária (vc chegou a ler os outros?)!!! Esses dias, comprei-a, pois a versão que eu tinha antes era muito antiga (estava literalmente caindo aos pedaços) e o primeiro volume tinha sumido em algum empréstimo...! :( Mas agora já estou com a coleção novamente em mãos, quem sabe não consigo reler logo? :)
    Ah! Nem me apresentei; meu nome é Natasha, cheguei ao seu (lindo!) blog por meio do blog da Karla Kélvia! Também tenho um blog de resenhas literárias, se vc quiser conhecer.
    Beijos!
    http://redemunhando.wordpress.com

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.



INSTAGRAM