Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Resenha: Na Escuridão da Noite

by - outubro 06, 2014

~Quem ama ganhar livros não pode perder o SORTEIO que está rolando neste mês! Não vai querer ficar sem o seu, né? ~
____________________

Título Original: In the night
Autor: Kathryn Smith
Ano: 2005
Páginas: 398
Editora: Essência
Gênero: Romance adulto

~*~

Não relutei nem um pouco por querer este livro, no entanto, levei muito tempo para adquiri-lo e, talvez, essE tenha sido o motivo pelo qual eu tenha demorado demais na leitura, que é leve e simples. É bem mais simples do que os outros livros de romance adultos que já li, por isso, nesse quesito, o livro deixa um pouco a desejar. Sim, sou do tipo de leitora que ama uma escrita minimamente rebuscada, pois isso facilita a minha leitura (acredite, ou não). 

Tirando esse fato, o livro é ótimo. Contando a história de Wynthrope e Moira em terceira pessoa, Na Escuridão da Noite remonta o final do século XIX, no qual aristocracia fazia social em bailes e tinham muito envolvimento com agiotas e pessoas ligadas ao crime daquele jeito antigo. Confesso que adoro histórias de época com esse tipo de temática, acho que é justamente por isso que livros adultos me chamam tanta atenção. Pois bem, Wynthrope, certa noite, é abordado por um velho conhecido, a quem já prestou serviços ilícitos, e este lhe pede que roube uma tiara. Não qualquer tiara, aliás; Daniels, o sujeito, quer a tiara de Lady Aubourn, sua querida Moira, por quem tem nutrido sentimentos. Mesmo contra sua vontade, ele acaba por aceitando o trabalho, pois há toda uma trama por trás disso envolvendo um dos irmãos de Wyn que, se eu mencionasse agora, ficaria chato (caso de: spoilers). 

Wynthrope arquiteta um plano: cria intimidade com Moira, fazendo-lhe perguntas referentes à sua tiara, também, para facilitar seu roubo. O que ele não sabe é que Moira está se afeiçoando a ele e até mesmo se apaixonando, por isso não é de se espantar que, numa noite, eles acabam indo para cama. E, justamente nesta noite, tudo muda, pois ela fica sabendo que ele traiu sua confiança com o intuito de lhe roubar. Como todo romance água-com-açúcar, há bastante drama da parte de Moira, que enfrenta seus dias de lamento com seu melhor amigo Nathaniel, que era o verdadeiro amor de seu falecido esposo. Porque, sim, o casamento de Moira com seu ex-marido era apenas de fachada, para que ele e Nate pudessem desfrutar o amor deles. Ou seja, mesmo tendo sido "casada", Moira era virgem até ter ido para cama com Wynthrope, e é por isso que ela fica tão sentida quando descobre a traição. Os desdobramentos da história são rápidos a partir disso, com um ou outro incidente, mas sem deixar de perder o ritmo clássico. 

O livro parece longo à primeira vista, mas a diagramação segue o padrão da Essência, o que quer dizer que embora aja muitas páginas, a história é relativamente curta, o que contribui para que os fatos expostos aconteçam em um período curto. Apesar de a relação de Moira e Wynthrope ser meio que imediata e as conversas acontecerem meio que em instantâneo, o caminho que eles percorrem até finalmente irem para a cama não me fez achar que o envolvimento deles se deu muito rapidamente. O único ponto pecador neste livro são os diálogos, que se mostram pouco inteligentes e muito repetitivos, sempre tentando fazer uma cópia de tudo que já foi exposto antes. 

Os personagens, como todos os livros adultos desse gênero, são cópias de todos os outros. A personagem principal feminina é uma romântica, apesar de expressar inteligência e bravura e um pouco de autonomia, enquanto o personagem principal masculino é um conquistador que, magicamente, se apaixona pela donzela da história. Ele, como todos os outros, tem algum segredo do passado e tem de encobri-lo para evitar a polícia, ou uma rejeição amorosa. 

E o que falar da capa? Acho que foi a capa que me atraiu tanto. Simplista, mas muito auto-explicativa. Quem curte histórias de época/costumes tenho certeza de que vai gostar desta!
"Ele era o tipo de homem que conquistava todo mundo. As mulheres mais velhas adoravam tê-lo em suas reuniões, os homens gostavam de jogar cartas com ele. As mulheres o achavam encantador, e os homens o consideravam agradável, mas ninguém o conhecia de verdade. Ele podia estar no meio de um salão de baile lotado, como esse em que estava agora, e sentir-se totalmente só" - pg, 69"
"Bom Deus, ela não estava realmente considerando Wynthrope o amor de sua vida, estava? Ela o havia amado, disso estava certa, mas amara o homem que ele fingia ser. Moira precisava descobrir quem ele realmente era antes que pudesse definir seus sentimentos" - pg, 324  
_______________

Não deixe de seguir o blog no Twitter

Love
Nina  

You May Also Like

9 comentários

  1. Não é muito meu estilo de livro, desses que eu vejo e logo quero levar pra casa, parece mais com alguns livros de romance de banca que leio quando quero algo mais "light" e consigo ler em dois tempos pela simplicidade. Parece ser um bom livro dentro desse estilo.
    Resenha bem explicativa.

    http://essameninamoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca ouvi falar desse livro! Me pareceu "mais do mesmo", como todos os outros que estamos vendo por ai. Se tiver uma oportunidade de lê-lo, irei, mas não tenho pressa. :3
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Eu confesso que sempre tive vontade de ler esse livro, sem falar que essa menina na capa é uma fofura, mas não acho em muitos lugares.
    Beijos!
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Como eu não sabia da existência desse livro gente !!! Amo histórias de época ,falou em século 19, aristocracia ,amor e romance impossivel eu já favoritei hahahha.Amei a resenha flor , e quero muito muito muito ler esse livro,espero conseguir faze-lo em breve.

    Beijos ,Anna

    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não curto muito livros de época. Embora sua resenha seja ótima, por ser um livro desse tipo, acho que não leria, hahaha

    Beijos, Champagne Supernova

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler esse livro
    comecei com o blog agora, poderia dar uma olhada?
    http://utopiasdegarotaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nina!
    Vou te falar a verdade: da última vez que li um romance de época, tive uma decepção TÃO grande que eu estou passando longe de livros assim por um tempo.
    Mas, ainda assim, vou te falar a verdade: também gosto de enredos e narrativas um pouco mais rebuscados nesse gênero. Parece que é mais característico do gênero, sabe? Mas também não gosto de livros SUPER complicados porque isso acaba com meu ritmo de leitura.
    Sendo sincera, esse livro até que me interessou, mas não a ponto de eu ficar LOUCA por ele. Quem sabe mais pra frente?

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  8. Oie Nina! ^^
    Adoro Livros desse gênero, mas ultimamente estou lendo mais ChickLit, porque é mais leve e para dar umas gargalhadas!
    Vou anotar aqui na minha lista esse Livro para quando o encontrar me lembrar da sua resenha, que me despertou um certo interesse em conhecer esse Casal!
    Muito Obrigado pela Dica! *-*
    Beijinhos e até!
    Sou do Blog:
    http://worldofmakebelieveblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Nina, muito legal o seu cantinho. Gostei. Parabéns!
    Sobre o livro, eu fiquei curiosa.. Acho que vou adicionar a minha listinha de livros, mas só comprarei depois porque a fila de espera está grande rsrs
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.



INSTAGRAM