10 de novembro de 2014

#Resenha: O futuro de nós dois

Título Original: The future of us
Autoras: Jay Asher e Carolyn Mackler
Editora: Record
Páginas: 381
Ano: 2011


Logo que vi este livro na página do Facebook da Record eu quis comprá-lo. Foi uma dessas coisas que a gente sabe que não pode se arrepender, sabe? E lá foi eu correr atrás dele e, depois de algum tempo, consegui tê-lo e ~ódio eterno~ o li em dois dias. 

O futuro de nós dois tem uma storyline simples, mas com algumas reviravoltas. O ponte pé inicial da trama acontece quando Josh leva para Emma um CD-ROOM, porque ela acabou de ganhar um computador. A história se passa em 1996, portanto a era digital ainda estava se instalando na sociedade. Os dois protagonistas, antes disso, estavam um pouco afastados, devido a uma confusão sentimental que Josh fez depois de eles assistirem a Toy Story. 

Com a instalação do CD-ROOM, algo estranho acontece: um programa chamado Facebook aparece na tela de seu computador, e ele revela como Emma estará dali a 15 anos. A princípio, ela acha que é uma pegadinha e, quando mostra a Josh, ele também chega a essa conclusão. Mas, com o passar das atualizações de status e das postagens, Emma entende que aquilo é real e começa a ficar desesperada. Afinal, ela não pode se casar com um cara que está desaparecido há três dias, nem estar desempregada, ou infeliz no trabalho! Emma começa, então, uma corrida contra seu próprio destino, tentando modificá-lo de acordo com o que lê no Facebook. 

Quando Josh descobre que vai se casar com a garota mais linda da turma e ter filhos com ela, há um rompante de personalidade nele. Até então - pelo que pude entender -, ele era a fim de Emma, mas com essa descoberta sobre seu futuro, ele foca todos os seus esforços em conquistar Sidney Mills (sua futura esposa). Ele e Emma tentam, a todo custo, dar um jeito em seus futuros da melhor maneira que conseguem. Emma parece sempre se ferrar cada vez mais, enquanto Josh está mais perto do que nunca de namorar Sidney. 

A trama, como eu disse, é simples. Não há como se perder na leitura, por exemplo, ou como conseguir largar o livro. Mas, de forma geral, é um livro bastante morno. Geralmente, os livros da Galera Record, na minha concepção, são sempre clichês, mas muito bem elaborados. Este, entretanto, pecou um pouco na questão do clichê - tem de monte. E é uma leitura morna, porque não consegui sentir muita química entre os protagonistas. Josh e Emma são personagens que não acrescentam em quase nada, também, e suas personalidades são muito pouco trabalhadas. E achei que o final ficou em aberto demais, não sou muito fã desse tipo de final. Gostaria que a última página fosse a última atualização do Facebook dos dois, para termos uma ideia do que eles poderiam aguardar no futuro. Por outro lado, o ponto alto é que, apesar de o livro ter sido escrito por duas pessoas, parece que foi apenas por uma, por conseguir manter um único estilo de escrita ao longo da história. 

Quem já leu, qual é a sua opinião? 

Love
Nina 

8 comentários:

  1. Eu louco para saber se o livro fazia uma crítica à sociedade contemporânea, com suas tecnologias. Mas parece que fica só clichês. Uma pena, pois tem muito coisa para falar.
    Bom, mas acho que é um livro para adolescente, aí eles focam mesmo e no romance, né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Nina, como está?
    Tenho muita curiosidade em ler este livro, mas depois de ler sua resenha me desanimei bastante. Não gosto de livros clichês. E neste momento é que o meu interesse diminuiu mesmo rs.
    Enfim, parabéns pela resenha, e pela sua opinião.
    Beijos e muito sucesso.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. A princípio fiquei curiosa, depois desanimei um pouco, não digo que se tiver a oportunidade não lerei, mas também não é um livro que passaria na frente dos que já estão na minha lista de leitura.

    http://essameninamoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Fiquei curiosa sobre a história =]
    Vou add a minha listinha
    Abraço Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
  5. Eu comecei a ler esse livro no Kobo e ele meio que me deixou entediada, não consegui passar das primeiras páginas! :(

    bjs

    www.confraria-cultural.com

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não conhecia esse livro. Ainda não tiver oportunidade de ler nenhum livro da editora record, mas pela sua resenha, eu fiquei curiosa. Mas te confesso eu gosto de livros clichês, sabe, então por isso, esse entrar sim na minha lista de livros para ler.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Oi Nina =)
    Quando eu vi esse livro pensei a mesma coisa que você... Eu queria muito ele.
    Mas agora percebo que eu iria me arrepender muito. Não pela fato de o livro não abordar o assunto que eu esperava, mas por que o achei um pouco "vazio" sem "paixão" e não falo só do romance, mas também da história. ( Posso estar enganada) mas como você disse a escrita é ótima, então acho que para algumas pessoas vale a pena! Mas eu sou chata.. então desanimei :(
    Flor eu adorei a sua resenha, ela me deu uma visão bem realista do livro.
    Também amei muitooo o seu blog! <3 ele é lindo *--*

    Beijos!

    http://umacertajovem.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Nina, boa tarde!
    O livro acabou me interessando bastante desde a primeira vez que o vi, principalmente pela capa. Sim, eu tenho esse sério problema de me apaixonar por capas. Nunca tinha lido a sinopse ou mesmo uma resenha dele e acho que, no fim das contas, foi bom começar pela sua resenha. Não são poucas as vezes em que leio um livro com altas expectativas e acabo me decepcionando. Então, talvez, se ainda optar por ler o livro, terei uma visão mais real e centrada quando for começar a leitura, não indo com tanta sede ao pote.
    Beijos e ótima semana!

    http://confissoesdeumleitor.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Seu comentário é super bem-vindo. Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu o visitar assim que possível ;)