21 de dezembro de 2014

#Resenha: Atemporal

Para saber mais do SORTEIO DE NATAL proporcionado pelo blog, clique AQUI. E BOA SORTE! 

____________

Mais uma resenha do Projeto Book Tour para vocês. A primeira resenha, de Um Novo Amanhecer, pode ser lida aqui

Título: Atemporal
Autor: Rodrigo Mendes
Editora: Novo Século, pelo selo Talentos da Literatura Brasileira
Ano: 2014
Páginas: 237
Gênero: policial


Não sei se posso começar essa resenha dizendo que Atemporal é genial, pois nunca li nenhum livro da temática (que consiste em viagens no tempo) antes. Mas, enquanto eu avançava na leitura, percebi que, se tivesse de relacionar esta história com qualquer outra, eu poderia dizer que, quem aprecia as tramas do Dan Brown (e quem já leu Fortaleza Digital), vai adorar este livro. 

Atemporal se inicia com André, que é um policial que está investigando casos relacionados a drogas. Até que, saindo do trabalho, é abordado e levado por pessoas desconhecidas. Ele é assassinado e a primeira parte da história termina. Em seguida, aparece Lucas, 40 anos depois do assassinato de André. Lucas é filho do melhor amigo de André e é também policial. Lucas trabalha debaixo dos panos para solucionar o caso de André e se depara com novas informações. Uma placa foi encontrada contendo dados "esquisitos" e que carrega muitos enigmas. Ele, então, é tragado para uma trama digna de filmes de ficção científica, pois tudo indica que essa placa não é da época de André - pelo contrário: ela é de 2023. E mais: é descoberto uma invenção que pode mudar muitos destinos: uma máquina do tempo.

Lucas, a cada momento, se vê cada vez mais soterrado de informações, quase todas insolúveis e que o faz ir atrás de pistas deixadas por um informante misterioso. Pessoas envolvidas não deixam de enviar "recados" a ele, tentando obrigá-lo a cessar com as investigações. 

Atemporal é narrado em terceira pessoa, o que achei ideal para a proposta. O livro dá vários enfoques diferentes, o que nos permite acompanhar vários personagens. O que adorei foi o fato de o autor nos explicar muitas invenções que foram criadas no futuro, como o mobstation e o "trem voador". Pelo fato de Rodrigo ser formado na área de Tecnologias isso contribuiu muito para dar a realidade das situações, sem falar que todas as cenas de ação eram muito vívidas e reais. O autor conseguiu com maestria segurar a história o tempo todo. Detalhes que eram suprimidos do leitor, ao contrário do que já me aconteceu em muitas histórias, apenas me serviram para continuar a ler e descobrir o desfecho. Atemporal é um livro que te faz pensar, que te faz realmente acompanhar a trama e que te deixa curioso para saber do desfecho. 

Apesar de não ter entendido quem era o informante de Lucas (não sei se eu é que não prestei atenção nos detalhes, ou se foi falha do autor em explicar melhor), achei o destino do personagem completamente incrível e inesperado. Foi, com certeza, o que mais apreciei no livro, pois o autor tinha tudo para terminar de forma mais "convencional" e "mais feliz", mas optou por outro caminho. Com certeza, me surpreendeu bastante. 

Os personagens são muito convincentes. O Lucas é um amor, gostei muito dele. E todos os outros complementam direitinho o ânimo da trama. Há bastante diálogo - alguns, achei um tanto quanto desnecessários -, mas o autor conseguiu equilibrar bastante com descrições e narrações. De modo geral, é um livro incrível e muito diferente do que se vê no mercado. Simplesmente adorei a oportunidade de lê-lo. 

SOBRE O AUTOR:

RODRIGO MENDES é nascido em Piracicaba, São Paulo, e mora atualmente em Indaiatuba. É casado e pai de um menino. Formado na área de Tecnologia, sempre foi apaixonado por literatura, especialmente as tramas policiais e histórias eletrizantes, Atemporal é seu romance de estreia.
Página do livro AQUI







_______________


Não deixe de acompanhar o blog para ler as outras resenhas! Em breve, o terceiro livro estará resenhado para vocês!


Love
Nina

5 comentários:

  1. Oiii Nina, tudo bem??? Adorei a sua resenha. Já estava com muita vontade de ler esse livro, agora estou com mais vontade ainda. Ainda bem que ele chega rapidinho para mim =D
    Não sabia muito bem sobre o que se tratava o livro, mas agora consegui perceber um pouco mais e adorei a premissa e fiquei super curiosa para saber qual foi esse final escolhido pelo autor.
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Quando você comparou "Atemporal" aos livros do Dan a minha curiosidade foi ao ápice. Li "Anjos e Demônios" e atualmente estou lendo "O Código da Vinci", portanto posso dizer, ou melhor, afirmar que esse livro deve ser muito bom pelo simples fato de ser relacionado de alguma maneira à uma obra do Dan.
    Uma máquina do tempo? Curti. Quem dera eu tivesse uma rsrs. Sua resenha está ótima, como sempre.

    http://eueminhacultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina, adorei sua resenha! Obrigado pelo carinho e que bom que gostou bastante do livro! :-)

    ResponderExcluir
  4. Oii Nina, parabéns pela resenha! O livro parece ser mesmo ótimo!

    bjs

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nina, eu vi sua resenha no skoob e você disse que não entendeu quem foi o informante de Lucas, então deixa eu te explicar: depois que Lucas voltou no tempo, ele não conseguiu voltar pra 2023. Então, preso em 1983, ele decide ajudar ele mesmo do futuro quando voltar para 2023... bom, pelo menos foi isso que entendi '-'

    Espero que eu esteja certa e que você entenda (é muito ruim terminar um livro com dúvidas).

    Beijos,
    http://doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é super bem-vindo. Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu o visitar assim que possível ;)