28 de abril de 2015

#Eu não vou esperar para sempre

Hoje, pensei em você e, logo depois, senti medo. Às vezes, minha mente tem dessas: me leva para além do que quero. Eu tento resistir, porque meu coração não sabe o que está fazendo. Ele se encantou pelo seu olhar, e nem me avisou. E, agora, ele quer você próximo a mim, colado a mim. Só pra sentir o seu cheiro e ouvir o tom da sua risada enquanto você cantarola a sua música preferida errando o refrão. 

Pensei em te procurar só pra não perder o costume. Meu coração gosta de você, gosta de pular quando te vê do outro lado da porta. Mas cansei de dar o primeiro passo. Às vezes, as coisas é que têm que correr atrás da gente, mandar seu sinal de que estamos sendo retribuídos e que não quer nos perder. Por isso, vou ficar quieta, no meu canto. Esperar pode ser um ato de covardia, mas cansei de me doar sem receber respostas. 

A nossa última e breve conversa ainda ecoa na minha mente, implorando para que eu faça algo a respeito. Mas vou fazer o quê? Não devemos insistir em alguém que está em cima do muro desse jeito. Afinal, o que posso esperar? Se ao menos você me deixasse claro que está entendendo o que sinto. Você sente o mesmo? Daqui, parece que não, que está tentando se proteger de mim. Afinal, o amor machuca, eu bem sei. Já fui pisoteada muitas vezes e acabei amarga, desejando ficar só pelo resto da vida. Mas acontece que temos que ter coragem para assumir uma posição, para encontrar um jeito de fazer as coisas melhorarem. E o amor pode ser a resposta, entende? Nunca acreditei que ele pudesse ser a salvação, no entanto, talvez você seja a minha. E, com você, vem o amor, certo? 

Então, diga um olá da próxima vez, como quem não quer nada. Fique ao meu lado no corredor, esperando o sinal bater, e pergunte sobre as horas. Eu vou sorrir para você e querer saber sobre o seu dia, sobre o seu vício extremo em Star Wars (acontece que gosto muito do seu perfil no Facebook, sabe?) e sobre o filme do fim de semana. Dê o primeiro passo. A vida tem dessas: para desbravarmos o desconhecido precisamos ser ousados, mesmo que com um olhar. Olhe para mim e faça qualquer coisa, mas faça. Somente não me deixe esperando. 


Espero que o seu amor dê o primeiro passo
e te tire pra dançar. 
Nina 

18 comentários:

  1. O primeiro passo é sempre o mais corajoso. You are brave, girl.

    ResponderExcluir
  2. Não gosto de esperar, coisa mais chata. Para conhecer o novo, realmente, é necessário ousadia, ousadia movimenta o mundo. Texto maravilhoso.
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii, mais um texto maravilhoso, Nina. Parabéns!

    É muito ruim quando a pessoa fica em cima de muro, e não toma uma atitude. As vezes quem espera demais, acaba perdendo. Temos que agir. \o/. Coragem, respirar fundo e ir em frente. <3

    beijinhos

    http://livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Nina!
    Não gosto de esperar, sou uma pessoa meio impaciente! Se não veio eu corro atrás! Se por a caso eu não conseguir, pelo menos nunca vou me arrepender de não ter tentado...
    Texto maravilhoso, viu?!
    Um grande beijo!
    Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  5. Estou nessa... Espero ou não.
    belo texto.

    ResponderExcluir
  6. Ah, Nina! Você e seus textos belíssimos!

    É bem dolorido quando a outra pessoa não dar um passo na nossa direção. Talvez ele não esteja tão a fim. É o primeiro pensamente que nos vem a cabeça. Mas, o mais provável é que ele não saiba muito bem o que fazer. Então fica cada um esperando do seu canto.
    É preciso atitude para mudar essa situação. Dê o primeiro passa, mas seja claro. Não é todo mundo que entende as entrelinhas.

    Texto lindo! Que expressa bem sentimentos de jovens na difícil arte de amar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oláá
    Acho que gostei muuuito do seu texto de hoje por estar passando pelo mesmo sentimento, mesmas coisas e sei como é quando não queremos esperar mas queremos muuito aqui, ficou ótimo e vc escreve muuuito bem ;)

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Catharina
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Texto resumindo exatamente como eu estou me sentindo agora. No começo era assim, eu estava sofrendo, ia falar oi como quem não quer nada, inventava desculpa pra ver e me torturava demais. Aos poucos eu fui deixando de esperar, não sei... o coração realmente não sabe o que esta fazendo.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto muito reflexivo e me identifiquei em vários momentos! Parabéns

    ResponderExcluir
  10. Menina cuidado com os corações feridos, vai me fazer chorar a essa hora da manhã “Espero que o seu amor dê o primeiro passo e te tire pra dançar”. Muito bonito seu texto. Eu sou um eterno apaixonado por ninguém, um platônico eterno. Não me dou bem com as historias de amor, sempre falta amor nelas quando envolve a minha pessoa. Vamos seguindo a vida, de ilusões e sonhos, quem sabe, mais cedo ou mais tarde tudo mundo possa si divertir numa balada de amor verdadeiro.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Nina!
    Sempre trazendo ótimos textos!
    Esse me fez lembrar de uma amiga, que está passando por um momento semelhante.
    Amei a frase final "Espero que o seu amor dê o primeiro passo e te tire para dançar"
    Parabéns, Nina!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  12. Se tem uma coisa que eu não gosto é esperar. Mas a vida é ironica, e eu faço as pessoas me esperarem, sem nem mesmo saber, ou sabendo, porém não posso fazer nada acerca disso.
    Espero que você não espere mais, siga em frente.

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ai meu coração :'( kkkk
    Novamente você me conquista com seu texto, mas devo comentar que esse foi o que eu mais gostei, pois me vi ali, a garota que insiste em esperar e que vê que a outra pessoa não vem atrás, sabe? Isso é tão triste e foi impossível não sentir aquele aperto no coração ao ler as suas palavras, pois elas conseguiram expressar tudo o que sinto, tirando alguns detalhes, claro. Enfim, parabéns pelo texto maravilhoso s2

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Gostei demais do seu texto. Já passei por isso. Não sei se é ficção ou realidade (quem escreve bem, o que é o seu caso, sempre deixa a gente na dúvida), mas digo com toda a convicção que homem é o ser mais inseguro que existe. Cabe a nós, mulheres, darmos o primeiro passo se tivermos certeza de que é aquilo mesmo que queremos. Esperar que eles percebam o que sentimos e que tomem a iniciativa pode acabar em uma grande frustração. Beijos, parabéns, visite o meu blog :)
    http://inquietovagalume.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Nina! Adorei o texto, pois de certa forma casa perfeitamente com o que estou sentindo agora haha. Queria ter esse mesmo dom que você, de transpor sentimentos em palavras <3 Seus textos são maravilhosos. Parabéns! Beijos

    ResponderExcluir
  16. Aii Nina como vc é má... me acertou lá no fundo com seu texto de novo haha
    Preciso aprender isso, a parar de correr atrás mesmo que doa... mas... ai ai ai e o medo de perder? Estou tão confusa... :/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. Nina você se supera cada vez mais!
    Amo textos de amor, mas no fundo o que eu amo aqui mesmo são os seus textos. Todos eles. Haha.
    Essa frase marcou: "Espero que o seu amor dê o primeiro passo e te tire pra dançar." AMEI. PERFEITO!

    ResponderExcluir
  18. Nina, fiquei super feliz de ter te encontrado. Tu esteve presente em algumas postagens na fanpage do blog e agora fico feliz em poder te retribuir a gentileza.
    É a primeira vez que venho aqui e, por isso, foi o primeiro texto teu que li. Tu escreve muito bem, daquele jeito que nos faz sorrir enquanto imagina a história.

    Não perca isso. Parabéns e boa sorte. <3

    Carina.

    ResponderExcluir

Seu comentário é super bem-vindo. Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu o visitar assim que possível ;)