Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Resenha de livro: Dois em um

by - outubro 09, 2015

Eu postei aqui a resenha de Toda Poesia, do Paulo Leminski. Bem, a partir dela, eu pude conhecer um pouco da Alice Ruiz S, que foi casada com ele e que é poetisa. Por sorte ou destino, encontrei um exemplar de Dois em um, obra poética de Alice, na biblioteca da minha faculdade e, como a poesia tem estado muito presente na minha vida, não pensei duas vezes para levar o livro e conhecer o trabalho dela. 


Título: Dois em um
Autora: Alice Ruiz S
Editora: Iluminuras
Ano: 2008
Páginas: 207


Dois em um reúne toda a obra poética produzida na década de 80 de Alice Ruiz S. Por familiaridade, tentei identificar inspirações de Leminski nos poemas dela e fiquei bastante surpresa por constatar que ela tem um estilo bastante diferente do dele. Enquanto os poemas do Paulo são mais organizados, os de Alice, muitas vezes, acabam não tendo muito sentido - ou então, o sentido é tão amplo que o leitor acaba um pouco perdido.

As formas dos poemas são variadas: há haikais, um pouco de concretismo e pinceladas daquela poesia "formal" que todos conhecem. Os temas são bastante variados também e não aparecem reunidos num só conjunto. Os poemas são separados apenas por ano, mas todo o resto é bastante misturado. Devido a isso, há um ritmo muito agradável e que nos embala. Eu li o livro inteiro em uma noite, já que a maioria dos poemas tem poucos versos e também porque achei impossível interromper a leitura, uma vez que parecia natural pular de um poema a outro. A leitura não é cansativa de maneira alguma. 

Há muita aliteração dentro da poesia de Alice, algo que amei de paixão. Acho que, justamente por isso, o livro tem um ritmo muito gostoso. Ela brinca muito com as palavras, aglutina umas às outras e acaba criando muitos neologismos, exatamente como o Paulo. 

Em cada início de uma nova parte, há uma dedicatória a quem são aqueles poemas e, claro, dá muito para reconhecer o amor que ela nutria por Paulo. Em muitos versos, dava para perceber que estava falando dele, ou para ele. Aliás, em Toda Poesia, há uma parte reservada às poesias que eles trocaram como casal, então, creio que muito desse trabalho também aparece em Dois em um

Não há muita coisa para ser analisada, pois o livro é relativamente curto e, embora eu tenha gostado bastante do trabalho da Alice, não é uma obra que me marcou. Poucos poemas, aliás, realmente me encantaram a ponto de eu decorar (sim, eu decoro poemas). No entanto, é uma obra agradável que facilmente merece atenção. 

Alguns poemas que gostei bastante:




























Love, Nina :)

You May Also Like

5 comentários

  1. Gostei muito da indicação, gosto muito de poemas, apesar de não ter lido nada esse ano de poesia,apesar reli um livro do Manuel, enfim, curti a indicação de hoje e quando você citou haikais, me interessei mais ainda. Gostei dos poemas que postou no final da resenha,lendo-os senti exatamente o que você falou na sua resenha, a leitura é tão fluida que não da para parar,se lê direto.

    Espero ter a oportunidade um dia de lê-lo.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oiii.Tudo bem?
    Ainda não conhecia esse livro, mas gostei bastante da premissa, parece ser o tipo de livro que eu gosto.
    A capa é bem minimalista, mas muito bonita.
    Adorei o post.
    Bjs♥♥♥
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Bom, ela já mostra a diferença pela capa, adorei. haha. Gostei bastante da forma dela se expressar, e o fato dela fugir do "padrão", tudo bonitinho. Gostei bastante dos poemas que você mostra nos post. Com certeza entrou para lista. Gostei muito da resenha e obrigada pela super dica, pois não conhecia a autora.

    beijos

    http://livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. adoro poesia, e apesar de gostar bastante de Leminski, ainda não li a obra de sua esposa... espero poder encontrar algum exemplar dela por aí, porque preciso ler... adorei esses trechos que vc selecionou... e gosto de poesia 'bagunçada', que não tenha uma 'ordem' estabelecida...
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu conheço a escrita da autora, acredito que tem muito a ser analisado, não por tamanho de livro, mas dimensão poética. Poesia experimentada e gozada são as melhores...

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.



INSTAGRAM