Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Resenha de livro: Mudanças

by - janeiro 27, 2016

Como falei AQUI, recebi Mudanças pela própria autora L. L. Alves. Tínhamos tentado fazer um book tour dele, mas acabou não vingando, então, ela decidiu me enviar para resenha. 

Título: Original
Autora: L. L. Alves
Editora: MODO 
Páginas: 186
Ano: 2014

Desde o lançamento deste livro li resenhas sobre ele, o que me deixou com vontade de também lê-lo. Pelo fato de ser uma trama infanto-juvenil já me deixava bem animada, pois sou apaixonada por esses tipos de personagens comumente encontradas nesse gênero. Infelizmente, no entanto, não consegui adorar tanto assim as personagens de Mudanças. Verônica é uma adolescente de 15 anos muito arredia e irritada que, logo no primeiro capítulo, ainda está sofrendo nas mãos do ex-namorado. Jonatas era um garoto bastante popular na escola e que começou a namorá-la de repente - e, assim, fez com que a garota se sentisse, pela primeira vez, amada e querida por alguém. Logo no primeiro capítulo, ele está tentando humilhá-la quando um estranho a "salva" daquilo. 

O estranho é Carlos, alguém que, a todo custo, quer fazê-la entender que está errada em agir daquele modo tão duro consigo mesma e com os outros. Entre encontros e desencontros, Verônica e Carlos começam um relacionamento - a princípio, baseado na "coleguice" e depois, na amizade. É claro que o inevitável acontece: eles engatam num romance no qual Verônica se sente segura e que esconde dos pais. 

Na biografia da autora, li que Mudanças foi escrito quando ela tinha 13 anos. A escrita, de modo algum, é totalmente jovem - pelo contrário, é muito bem balanceada e madura. No entanto, é perceptível que a trama foi bastante influenciada pelo fato de ter sido escrita, inicialmente, numa idade tenra. Verônica tem um gradativo progresso ao longo do livro, no entanto, ainda assim, não consegui admirá-la ou gostar dela. Ela é muito estereotipada, de modo que não me convenceu. Não consegui entender por que tinha aquelas atitudes e não acredito que adolescentes de 15 anos sejam tão infantis e irritantes quanto essa personagem. 

Ainda assim, de forma geral, a história passa lições bastante boas, como o fato de que não devemos querer mudar por alguém, mas por nós mesmos e, também, a importância dos laços familiares. Ainda que Verônica estivesse sempre batendo de frente com a mãe (que não entendia as angústias da filha e, por isso, somente a criticava), a relação que tem com o irmãozinho é muito bonita. Embora não seja muito aprofundada, é evidente que eles têm uma enorme cumplicidade. O núcleo familiar foi construído de forma comum, como na realidade, mas que conseguiu retratar muito bem muitas famílias reais. 

O clímax do enredo é, a princípio, surpreendente, mas, tempos depois, achei-o desnecessário e sem sentido, pois parecia um ciclo sem fim e sem muito fundamento - não me convenceu quase nada. Mas, no meio disso, há pontos que se interligam e foi justamente isso o ponto alto de todo o drama adolescente. Passado e presente estão ligados de forma que nem mesmo Verônica se lembrava e isso me pegou de surpresa. Creio que foi essa tênue linha que fez a história se tornar uma lição: a mudança não é a única coisa que Verônica precisa aprender, mas também perdão, rendição e auto-conhecimento. 

A diagramação e o projeto gráfico são muito tocantes e belos, com borboletas e tipografias que combinaram muito com a identidade da história. A capa ficou perfeita, embora singela e simplista, para a identidade visual. Fiquei contente com o esmero da editora com este livro, pois foi muito bem produzido. A revisão está ótima, acho que se vi três erros foi muito. A única coisa que me incomodou foram os pensamentos da protagonista estar entre aspas, pois estou acostumada a estarem em itálico - sem contar que me confundiu muitas vezes, pois as aspas podem ser usadas também como marcadoras de diálogo (embora não muito no Brasil, mas já li muitos assim).

É uma leitura boa, embora um pouco maçante devido ao comportamento da protagonista. Existem pontos bons e que, se melhores construídos ou desenvolvidos, trariam mais profundidamente à história. Não é arrebatador, mas gostei dele moderadamente. Creio que as pessoas mais jovens, da faixa-etária da personagem, possam se identificar.

#Página da autora: AQUI.

#Participe do SORTEIO de um exemplar autografado de Mudanças + dois marcadores também autografados de As Grandes Aventuras de Daniela: AQUI.

Love, Nina :)

You May Also Like

8 comentários

  1. Oie! Eu sempre tento evitar livros desse gênero pelo simples fato desse estereótipo que muitos autores decidem criar e o seu comentário de que pessoas na faixa etária da personagem poderiam se identificar (eu tenho 16 anos) apenas me comprova isso. Ver todos os pensamentos, ações e reações da protagonista me fazem ficar pensando o que eu estou fazendo com minha vida e qual a minha real idade, pois não passei por nada disso. Mas sendo essa ou não minha maior preocupação, não sei se me encantaria com a história. Talvez um dia eu dê uma oportunidade e, quem sabe, mude de ideia. Que pena que o book tour não deu certo, mas que bom que você curtiu a leitura, apesar de ela não ter sido melhor.

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Eu já tinha visto a capa desse livro em um evento no Facebook senão estou enganada,pela sua resenha e mesmo com as ressalvas, eu leria mais pra ver como é a escrita da autora, acho que nunca li um livro escrito por alguém com essa idade e quanto ao fato da protagonista se irritante, todo mundo já foi irritante na adolescência, se acha que não é só perguntar pro pai,mãe ou irmão.


    Bjss

    ResponderExcluir
  3. OIE
    Já ouvi falar umas vezes do livro e gostaria de ler, sua resenha está ótima e que bom que curtiu a leitura apesar de algumas ressalvas

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Fiquei bem curiosa com o livro, não pela história em si, mas pelo fato de a autora tê-lo escrito aos 13 anos...
    Parabéns pela Resenha!

    bjs

    Roberta - www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Os pontos que te incomodaram na leitura, com certeza me incomodariam, não gosto de personagens irritantes e chatos e coisas desnecessárias na história. Li outra resenha onde o blogueiro citou isso também, me desanimei um pouco, mas quem sabe mais pra frente eu não me anime né?

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oie Nina!!!
    Já ouvi falar muito de Mudanças, porém nunca me animei realmente em lê-lo. Já que livros com essa faixa etária não me cativa muito. Gostei muitíssimo de sua resenha, porém realmente não sei se leria por esse motivo.
    beijão

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. (meu comentário foi pela metade x-x tentando de novo... rs)

    Oi, Nina!! Desculpa a demora em comentar aqui. Acabei me enrolando, mas aqui estou eu! Obrigada pela resenha sincera ♥ Fico triste por não ter sido o que você procurava, pois realmente o público-alvo é outro (até uns 16 anos, creio eu), mas fico feliz por você ter dado uma chance para a história. Espero que meus outros livros agradem mais <3

    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM