Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Essential Book: Junho

by - junho 15, 2016

Esse foi o mês mais difícil e mais divertido de se pensar e fotografar o #EssentialBook, isso porque o tema é a essência do personagem secundário preferido. Pensei em fazer sobre a Rae, melhor amiga do Cal, de E se for você?, porque foi o último livro que li, mas então percebi que não teria muito material (especialmente, porque eu tinha acabado de conhecê-la). Então, lembrei de alguém muito especial que conheço há anos e que cada vez mais acho uma personagem incrível: a Luna Lovegood, de Harry Potter.


A Luna, claramente, é uma personagem quase unânime na saga: uns a adoram pela excentricidade, outros por sua capacidade de não se importar com as opiniões alheias, outros por suas crenças supersticiosas, outros pela sua criatividade. A verdade é que todo mundo gostaria de sê-la um pouquinho haha. 

Ao contrário do mês de março, que escolhi expecto patronum para falar de tristeza e esperança, este mês é sobre alegria e alma leve. Isso porque a Luna, apesar de poder ser alguém triste - por ser órfã de mãe e sofrer bullying -, escolheu o oposto disso e soube conviver com sua aura diferente. Duas palavras que servem muito para descrevê-la são diferente e única

Luna é da casa Ravenclaw (apesar de a Evanna ter feito o teste no Pottermore e ter sido escolhida para a Gryffindor; engraçado que me aconteceu a mesma coisa haha), então, é bastante fácil identificar as características essenciais dela: perspicácia, inteligência, criatividade e sabedoria. 

Ao longo de duas semanas, eu reli diversas partes de Harry Potter e a Ordem da Fênix (que foi o primeiro livro da saga no qual apareceu) e garimpei cenas marcantes do filme para compor as fotografias abaixo:


“Minha mãe dizia que as coisas que perdemos sempre acabam voltando para nós, mas nem sempre da forma que esperamos.”
I. Em uma das cenas mais bonitas e emblemáticas da personagem, ela e Harry conversam sobre seus pertences terem sumido. O item mencionado é um par de tênis. O quote acima é proferido somente no filme desta maneira (o que me deixou decepcionada quando reli a cena no livro, pois é uma das minhas preferidas haha). Gosto muito da simbologia do quote, pois dialoga com a situação de perda de Harry e com nós, fãs. A sensibilidade da personagem é um dos pontos mais cativantes, para mim.

II. O conceito de normalidade, até então, não é muito debatido na saga, mas quando Luna entra em cena fica evidente o propósito da personagem para a história. A frase é uma das primeiras que Luna diz, no livro. Na ocasião, Harry está espantado com os testrálios, enquanto ela simplesmente age com uma naturalidade bem típica. Gosto desse frase, pois representa comicidade e empatia ao mesmo tempo.

III. Outra cena bastante emblemática da personagem: quando ela confecciona um chapéu do tamanho real de um leão (símbolo da Gryffindor) para apoiar a casa no primeiro jogo de quadribol do ano. Uma característica muito clara de Luna é que ela preza muito pela fidelidade e lealdade nas amizades.
(Sim, eu desenhei esse leão haha. Queria que fosse algo mais aquarela, 
mas a pessoa aqui não usou lápis aquarela, OU SEJA).

IV. Nas aulas de Defesa Contra as Artes das Trevas proporcionadas pelo Harry na Armada de Dumbledore, ficamos sabendo que o patrono de Luna é uma lebre. Ocasionalmente, a maioria dos testes que faço a lebre, a águia e o cachorro são sortidos haha.
(Desenhei esse coelhinho também, inspirado numa tatuagem que uma amiga fez haha).

V. Eu amo, amo, a m o essa ilustração da Mary Cagnin Art, porque ela me lembra m u i t o a Luna (apesar de parecer algo triste). Não sei bem se a frase é do livro ou do filme (acredito que seja do filme, pois a achei no google com uma arte da Evanna), mas gosto muito dela, porque expressa bastante a natureza dela e como essa natureza é encarada por seus colegas. Basicamente, ela é a garota excluída, que todo mundo caçoa, porque é esquisita.

Minha relação com a Luna é muito, muito próxima, porque, apesar de eu não ter a alegria dela, me sinto bastante excluída dos círculos sociais comuns. Por eu não gostar de sair à noite, ir a festas, beber e "me divertir", muita gente me olha torto e ri abertamente das minhas escolhas. Muitas vezes, eu não me explico, só digo que não gosto e pronto. Imagino que muitos artistas se encontram nesse tipo de situação, pois pessoas criativas preferem se isolar, especialmente à noite, para criar. E é justamente por isso que não sinto vontade de estar fora de casa neste período. A pessoa tem que ser muito importante, ou eu tenho que estar muito precisada de socialização para me ver longe de casa numa sexta-feira à noite, por exemplo hahaha. 

///

I. O tema do mês passado foi sobre a essência do título preferido 
e você pode conferir as fotografias AQUI.

II. Não deixe de conferir as fotografias das outras blogueiras do projeto :)

You May Also Like

8 comentários

  1. Oi Nina, tudo bem?
    Adorei suas fotos , ou melhor, adorei a postagem inteira.
    Mas confesso que Luna não é muito a minha cara hahhahaha.
    Eu acho ela muito boa sabe? Eu não tenho isso :P
    Tipo, eu sou excluída pra cara.... , mas eu é que excluo as pessoas, eu acho :P Gosto de ficar na minha, meu cantinho, minhas coisas :3
    Mas eu não vejo tanta bondade quanto a Luna. Eu sou mais do mal, eu acho :3
    Mas gosto dela mesmo assim. Acho ela engraçada. Adoro quando ela narra o jogo de quadribol <3
    Ahhh, você vai no encontro de fãs domingo? Eu acho que vou :3
    Beijooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nina! Essa é minha personagem favorita de HP,as fotos ficaram sensacionais! Mas a que ganhou meu coração foi a terceira <3
    Amei muito! Beijos!

    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oii Nina, tudo bem?
    Fiquei completamente apaixonada pela sua postagem e confesso que realmente acho a Luna surpreendente <3
    Beijinhoss

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina...a Luna é uma fofa...adoro ela <3

    Sua postagem ficou fantástica, adorei!

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina, que bela postagem, parabéns! Não tinha visto o projeto ainda, conheço alguns projetos fotográficos, mas não este específico.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Ah, Nina! Eu adoro a Luna também! Sabe, estou passando por uma fase bem conturbada em minha vida e me deixei levar mesmo pela tristeza... Ao ler seu post falando do quanto a Luna é alegre mesmo tendo uma série de fatores contra isso, me deixou um pouco mais motivada para tentar superar os meus problemas.
    Obrigada mesmo, de coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que amor! Ler seu comentário aqueceu meu coração! Que bom que te ajudei de algum modo, viu?
      Eu acredito que não somos felizes o tempo inteiro, nem devemos ser, mas apesar disso temos de lembrar que existem coisas boas ao nosso redor que podem nos ajudar a seguir em frente, ou suportar momentos difíceis.
      Fique bem! <3

      Excluir

Olá, obrigada pelo comentário! Que tal deixar o link do seu blog para eu fazer uma visita a você depois? :D



INSTAGRAM