Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Twelve Letters Project: uma carta a sua melhor amiga / seu melhor amigo

by - outubro 18, 2016


Querido melhor amigo,

Eu sei que tivemos algumas rupturas, que o abandonei por alguns meses e que minha crença em você oscilou bastante. Você precisou de mim, e eu fingi que não era comigo. Eu tive medo de ter perdido o seu amor, então, agi como se, de fato, o tivesse. Foram meses difíceis, nos quais precisei mais de mim mesma do que de você. Nesse processo de cura, acabei esquecendo que precisar de mim é precisar de você, porque sou metade Tristeza e metade Sonho. Você é meu contrabalanço. Faz de mim alguém que acredita nos bons momentos da Tristeza. 

Naquela noite - porque é sempre noite -, precisei te contar uma verdade que estava doendo em mim: a de não saber mais ser quem eu era. A de não saber ser quem ainda quero ser. A gente se encarou no silêncio por muito tempo e algumas coisas foram escritas. Algo sobre mim, apesar de não ser. Porque ser escritora não é ser aquela personagem, mas estar aquela personagem. Eu estou em todas as minhas personagens em diferentes momentos e quem tira um tempo para ler tudo aquilo nunca saberá o que é ficção e o que é realidade. Porque, quando se mistura a Tristeza com o Sonho, nasce algo novo. 

Eu renasci a partir daquela noite. 

Ainda existem histórias tristes a serem escritas, porque ninguém é feliz o tempo todo. A minha cura foi entender como conciliar tudo isso: as Histórias, as Tristezas e os Sonhos. Hoje, minhas linhas são bons momentos, e as entrelinhas, boas cicatrizes. 

Depois da reconciliação, voltamos a ser uma dupla que sabe dar espaço ao outro. Eu sei que você não precisa de mim o tempo inteiro e, entre um capítulo e outro, preciso de outros amigos. Preciso da Gratidão, do Amor, do Perdão e da Solidão. A cada reencontro, eu e você entendemos cada vez mais que a Tranquilidade é uma lição. 

As Histórias são quem somos. E fazemos parte do mesmo Destino. Somos Destino para sempre.

Eu não estou com menos medo do que você, querido. Mas sei que as palavras vão nos curar a cada Angústia. Obrigada por ser a metade que sempre sabe o que faz, apesar de não saber ao certo onde chegaremos. 

Sinceramente, 
alguém que nunca vai perder a faísca.

///

Faz dois meses que não escrevo uma carta para o projeto, então, decidi unir o tema do mês anterior (uma carta aos seus sonhos) com o deste (uma carta para seu melhor amigo). 

Conheça o Twelve Letters Project e os próximos temas AQUI. 

You May Also Like

22 comentários

  1. entrei no link do projeto e adorei os temas, achei a ideia linda, sem falar que escrever cartas é maravilhoso.
    a sua em questão por misturar dois temas ficou um pouco misteriosa hehehehe
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. O que eu mais gostei desta carta é a verdade dela. Você já começa dizendo "olha, pisei na bola mesmo, desculpe, vamos começar de novo" e segue em frente. Acho legal não nos colocarmos sempre no papel de vítima, e sim, sermos responsáveis pelos nossos atos, mesmo quando fazemos coisa errada. Adorei a sensibilidade. E se esta carta fosse para mim, eu teria chorado litros.

    Um beijo,
    Ruh Dias
    perplexidadesilencio.blogspot.com


    Um beijo,
    Ruh Dias
    perplexidadesilencio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus. Esse projeto <3

    Muito lindo o que vc escreveu, Nina. Gostei dos próximos temas e já quero ver :)

    Bjo.

    ResponderExcluir
  4. achei interessante o projeto, mas confesso que não conhecia... e eu não escrevo bem, por isso não daria certo em fazer algo do tipo... xD
    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Nina, que linda a sua carta. Adorei!
    Na verdade adoro o que você escreve. Essa sensibilidade toda, essas palavras fluindo... Gosto mesmo =D É muito diferente do que escrevo e até do que costumo ler, mas suas palavras geralmente me encantam.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. “porque sou metade Tristeza e metade Sonho” me fez recordar da música de Oswaldo Montenegro, que por sinal, amo. O texto no geral, também me fez recorda de uma música do mesmo cantor sobre amizade.

    ResponderExcluir
  7. Olá tudo bem? Nossa nao conhecia o projeto, mas super curti. Sua carta é linda, você escreve muito bem. Parabéns
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
  8. "Ainda existem histórias tristes a serem escritas, porque ninguém é feliz o tempo todo."
    Que projeto INCRÍVEL. Amei demais a sua carta. Preciso compartilhá-la.

    ResponderExcluir
  9. Este projeto parece ser bem interessante e estimulante.
    Gostei da sua carta, pude absorver bem os sentimentos que cada palavra transmitia. Parabéns pelo texto tão bem construído e tão sensível.

    ResponderExcluir
  10. Oi Nina, e que beleza de carta saiu desta união! As amizades sempre estão sujeitas a altos e baixos, mas apenas as verdadeiras seguem firme, em qualquer época.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Acho muito interessante esse Projeto !!! Linda sua carta. Super real e verdadeira !!! Quantas situações passamos durante nossa vida. Acredito que quando o sentimento é verdadeiro não importa tempo ou distância, as verdadeiras amizades sempre continuam. super bjooo

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii!! Gostei muito, muito bom o projeto, é interessante ver as verdades nas cartas. Eu adoro escrever cartas, escrevo pra mãe, amigos... É bom poder mostrar o que sente, o que se passa de maneira mais clara assim.

    http://www.literaturanews.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nina, o projeto é diferente e bem bacana.
    Amei a sua carta.
    A gente sente uma verdade nela.
    Acho que ter unido os dois temas a enriqueceu.

    ResponderExcluir
  14. Nina, você tem o dom da escrita. Acho tão lindo! Acho que você tem uma melancolia nas palavras. É triste e lindo. Não sei se me entende.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Nina! Tudo bem?
    Texto lindo guria! Vc escreve muito bem mesmo. Parece que as palavras saem brincando da sua mente super brilhante! Parabéns pelo post, adorei mesmo! Bj

    ResponderExcluir
  16. Oi Nina!
    Que carta linda.
    Me emocionei com a profundidade de tais palavras. Você escreve muito mesmo, nunca perca essa "faísca" hehe

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Que texto lindo e profundo. A escrita é uma coisa divina, as vezes para pra pensar como as inspirações vem e como uma história pode ser desenvolvida. O que passa na cabeça do escritor no ato da criação. É tudo muito mágico.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  18. Adoro esse projeto de escrever cartas que você posta, acho muito legal... Parabéns pelo post, ficou lindo e profundo *-*

    madminds.weebly.com

    ResponderExcluir
  19. Olá, adorei conhecer o projeto. O post ficou ótimo <3 Parabéns!

    ResponderExcluir
  20. Olá Nina =)
    O povo não te mais o hábito de escrever carta. Acho isso lamentável. São poucas que escreve e a maioria que escreve costuma ser para ídolos e não entre conhecidos. Adorei o projeto. Não sou muito boa com as palavras mais me interessei pelo projeto. =) Sua carta está muito boa. Beijos'

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia esse projeto, mas adorei a ideia. A carta ficou muito bonita mesmo. São sempre tantas coisas que temos a dizer e que guardamos conosco. Adorei!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  22. Oi Nina!
    Ah, que bom que voltou com o projeto
    Sua escrita é muito boa!
    Gostei muito deste post e da idéia de juntar os dois temas
    Bjks mil, querida

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.



INSTAGRAM