Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

TOP 5: para falar de depressão e suicídio

by - setembro 24, 2017


Dando continuidade à série de posts especiais sobre o Setembro Amarelo, decidi fazer esse post clichezão para que lembremos que a literatura também fala de saúde mental. 

Escrever sobre depressão e suicídio é um trabalho cauteloso e que exige mais do que pesquisas básicas. Como eu falei aqui, temos que lembrar que escrever é mais do que uma palavra ao lado da outra: é responsabilidade. Independentemente do que a literatura nos apresenta, ela vai nos atingir em maior ou menor grau. Existe alguém por trás dessas palavras escritas e adiante delas. As consequências existem. 

Mrs. Dalloway fala bastante sobre suicídio a partir de uma personagem em específica, que se sente atormentada por causa da morte de um amigo. Como a escrita de Virginia é corrida e jorra sem parar, nos permite mergulhar muito fundo nos pensamentos e nos sentimentos de cada um. É incrível ler sobre todas essas situações obscuras lembrando que ele foi publicado pela primeira vez em 1925. A literatura da Virginia é muito livre e muito aquém do que a época permitia à uma mulher, o que é algo genial de perceber em seus enredos.

Terminei Fãs do impossível recentemente e aborda questões sobre sexualidade, saúde mental e bullying. Com certeza, um livro muito marcante, que nos faz refletir muito sobre vários quotes. Este me tocou com certo pesar, pois é muito verdadeiro. A personagem relacionada a ele está em tratamento para a depressão e precisa aprender a retomar a rotina. Outro personagem fala mais abertamente sobre suicídio, com quotes também bastante crus. 

Ainda não li os livros da Juliana, apesar de tê-los há certo tempo. Ela é muito engajada no tema da depressão, por ser algo que experimentou pessoalmente, e o modo como trata do assunto em suas obras é lindo (pelo que conferi por aí).

Por lugares incríveis, como eu já falei em alguns posts aqui no blog, mudou a minha vida, no início do ano passado. Ele aborda a bipolaridade e o suicídio de maneira muito real e sem romantização. Eu tenho vários quotes preferidos, mas este é o que mais me recordo, por sua verdade e crueza.

Parcialmente auto-biográfico, A redoma de vidro é um clássico acerca da depressão. Este quote, apesar de metafórico, dialoga muito com recaídas psicológicas, já que a depressão não tem cura, o que existe é controle das crises e surtos. É um livro muito angustiante, ainda mais se pensarmos que traz muita informação da própria época de publicação. Como a personagem é internada, lemos sobre os tratamentos desumanos a que os pacientes eram submetidos.


///


10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

Você quer ajudar? Que tal começar a se informar melhor? Conheça a campanha Setembro Amarelo.


Precisa de ajuda? O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio gratuitamente. 
Ligue 141 ou fale com algum voluntário pelo site.

Love, Nina :)

You May Also Like

9 comentários

  1. Oi, Nina. Que lindo você estar fazendo série de posts para esse mês. Realmente, quando vamos escrever sobre essa realidade temos que ter muito cuidado e responsabilidade <3 e isso que admiro nos autores que tocam nesse assunto e escrevem suas histórias, entrelinhas eles relatam as emoções de forma ótima e que possibilita todos a entender melhor. Até mesmo as pessoas com depressão se sentem entendidas e isso, de uma certa forma, é acolhedor.
    Amo quotes de livros, ainda mais aqueles que falam dos nossos sentimentos de forma tão real.


    Cupcakeland

    ResponderExcluir
  2. Sabe o que me deixa mais fora de mim diante da depressão? É o povo achar que isso tudo é besteira, que ter depressão é algo que é apenas para chamar a atenção e isso machuca nós, quem conhece alguma pessoa que tenha ou mesmo teve, adorei a sua postagem Nina, é de grande ajuda e os quotes dos livros também.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu adorei o post sobre os livros de suicídio. Tinha alguns que eu nem conhecia. Depressão é uma coisa séria que se não tratada corretamente e levada a sério, pode acarretar situações muito piores como o suicídio por exemplo. Eu tenho raiva de gente que diz que depressão é frescurice. Não é gente, é algo que tem que ser levado a sério e tratado de maneira correta para ajudar muitas pessoas!
    Gostei muito da postagem! Vale a dica para conscientização do mundo.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. Nina, tô adorando essa série de posts. É super importante falar sobre a responsabilidade nas palavras nessas horas, muito bom lembrar disso nos dias de hoje. Adorei o top 5, de todos o único que li foi o Por Lugares Incríveis, virou umas das melhores leituras dos últimos tempos, mudou muito o modo de como eu vejo as pessoas e sobre como elas me veem. Finch é eterno no meu coração, de qualquer forma. A autora trata tudo de uma forma bem verdadeira mesmo, talvez por isso me apeguei tanto a tudo no livro.

    xoxo <3

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que os livros têm o poder de salvar e transformar vidas, ver que muitos deles estão abordando temas importantes como o suicídio ultimamente só os fazem ainda mais importantes na vida das pessoas. Eu gostei muito do seu post!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Os livros podem nos mudar, nos salvar e nos afundar.
    Já li alguns livros sobre suicídio e muitos outros temas complexos e, alguns, não consigo indicar, porque são cheios de gatilhos.
    Ainda não li nenhum dos livros da sua lista, mas estou louca para ler "Por Lugares Incríveis" e "Fãs do impossível".
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Por incrível que pareça minha última leitura foi 'Eu estive aqui' da Gayle Forman, e trata deste assunto.
    É algo muito complicado, ainda pouco abordado, mas que deveria ter tratado abertamente até pra servir de alerta e ajuda.
    Vou anotar da sua lista os livros que ainda não li.
    Muito legal o post.


    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Posts como esses que você vem fazendo são sempre necessários pois é um assunto sério e que deve estar sempre em voga, por isso acho mais do que essenciais livros que abordam o tema. Livros são meios de mudanças poderosos nas pessoas, por isso quanto mais falados, melhor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Amei o seu post e toda a sinceridade com que o escreveu.
    O tema suicídio é algo que me é próximo, então gosto de ler livros sobre o tema. Acabei de inserir na minha lista "Por Lugares Incríveis" e "A Redoma de Vidro"..
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.

INSTAGRAM