Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

Essential book: fevereiro

by - fevereiro 23, 2018

Mês passado não consegui fazer o tema proposto, mas esse mês o Essential book está de volta com a essência da alegria. 

Pensar em festas, viagens e confetes parece bem óbvio, né? E, mesmo assim, eu não encontrei um livro que me fizesse encontrar essas temáticas bem definidas em suas narrativas. Por isso, penei um pouco com o tema. 

Escolhi The sun and her flowers, da Rupi Kaur, porque o título emana certa alegria. Os poemas desse segundo livro não são felizes, mas repetem certas fórmulas de Milk and honey, como a fase da dor e a fase da quebra. No entanto, é muito nítida a diferença temática entre os dois livros, este se empenha a falar mais do mundo, não tanto do individual. E a alegria, óbvio, é micro e macro. Ela se concretiza de muitas formas, também. 

olhe para o seu corpo 
e sussurre: 
não há lar como você

Aceitação corporal, especialmente para as mulheres, continua uma luta. E não sei se isso vai mudar algum dia. Apesar de revistas, programas de TV, estereótipos sobre feminilidade e o conceito sobre ser mulher estarem sendo questionados e, por vezes, sendo rejeitados, a gente sabe que o culto ao corpo ainda está bem longe da gratidão e da alegria. 

Olhar para si mesma e gostar ou amar o que vê passa por vários processos de redefinições não somente da beleza, mas do que é um corpo. Mas ler um poema tão curto, que se faz tão certeiro e que atinge, provavelmente, a maioria das mulheres, é uma alegria. Porque ter um corpo, como já escreveu a Carol, é amar o que ele faz por cada uma de nós. 


Contemple a alegria que é olhar para essa ilustração 


nós estamos morrendo
desde que chegamos aqui
e esquecemos de apreciar a vista

Impossível não relacionar alegria com a vida, né? Muitas vezes acreditamos que a vida existe para que busquemos unicamente alegria, mas não pensamos muito bem o que isso significa. A sua alegria está onde? Você está apreciando esse caminho? 

Eu diria que o poema vai direto nesse ponto fraco que temos: a nossa crença de que não seremos plenos até termos tudo. Mas o "tudo" não é universal. O que é o seu tudo? Você está feliz com ele?

assim como o arco-íris 
depois da chuva
a alegria se revelará 
depois da tristeza

Um poema piegas? Com certeza. Quem nunca? Mas o que mais gosto da poesia da Rupi é que o sentido simples de algo cabe em poucos versos e, por vezes, nos dá aquele click epifânico. 

Não que eu acredite que precisamos sofrer para alcançar a alegria, mas, se refletirmos, momentos felizes só são realmente validados depois de momentos ruins. 



Outra imagem de apreciação. Eu amo demais essa ilustração, acho que reflete completamente essa espécie de renascimento que tentamos fazer o tempo inteiro em busca da alegria. 

Não deu certo dessa vez? Tudo bem, vamos reflorescer em breve. 

///

O tema de dezembro foi
a essência da celebração
e você pode conferir AQUI.

Love, Nina :)

You May Also Like

8 comentários

  1. Nossa que legal a proposta e tenho que falar que adorei o livro, achei lindo pela fotos postadas e não conhecia ele, mas agora já estou mais curiosa, espero o próximo tema.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Eu não conhecia o livro ainda, mas gostei bastante da premissa e da sua resenha. Além de que o livro é super fofo! Amei! Já anotei a dica!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adoro essas postagens! Não conhecia esse livro, mas para mim o mês de fevereiro é sinônimo de alegria mesmo porque o mês do meu aniversário *_____*
    Esse ano não foi tão feliz assim, mas seu texto ajudou a dar uma animada.
    Bjs e obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Já li o primeiro livro da autora, engraçado porque todas as opiniões deste segundo mencionam que "repete" um pouco a fórmula do primeiro... mas ainda assim, hei de ler!

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina
    Que amor. Eu tô muito a fim de ler os livros dessa guria. Nunca fui muito de poesia, mas pelo que vi até agora dos livros dela são bem bons. Quem sabe eu tenho a chance logo?

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  6. Oi Nina, tudo bem?
    Adorei o post e as fotos. <3 Eu li Milk and Honey depois de ver uma indicação sua e, apesar de não ser fã de poesias, me identifiquei com váaarios poemas.
    Também acho lindas as ilustrações singelas das obras da Rupi Kaur. Ótima dica!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nina!

    Adorei o post! Livros assim são perfeitos para refletir e para enxergar as coisas de outra forma. Como você disse, o "tudo" muda de pessoa pra pessoa, e quando o alcançamos, nunca é o bastante.

    xx Carol
    Vem participar do booktour do meu livro O poder da vingança!
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Nina!
    Que postagem maravilhosa. Amei demais as figuras selecionadas, falam realmente por si. O tema felicidade, alegria combina bastante com fevereiro e acredito que todos podem ser felizes a sua maneira. A vida fica mais leve quando estamos bem humorados e sorriso abre sempre muitas portas.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.

INSTAGRAM