TOP 5: High as hope

julho 09, 2018
O novo álbum da Florence + The Machine foi lançado no finalzinho do mês passado (29). High as Hope conta com 10 tracks. Até agora, três singles já vieram ao mundo: Sky full of song, Big God e Hunger.


Eu sou bem fã do gênero indie rock, então foi bem natural eu ter começado a escutar a banda há alguns anos, logo depois do boom, em 2009, com Dog days are over. Desde 2016, posso dizer que a Florence se tornou uma das artistas que mais me tem ajudado em momentos difíceis. 

O que mais amo sobre as músicas é que falam de angústia, de melancolia, de morte, de desamor e de desesperança com um tom extremamente poético, que alivia o lado feio das coisas tristes.


Sky full of song
Essa foi a primeira a ser lançada desse novo álbum e, com certeza, é a minha preferida. É uma das mais melancólicas, com um tom muito solitário. Eu gosto muito das músicas épicas, mas o fato de esta ser totalmente contrária, com uma melodia suave e soturna, me fez amar ainda mais.

Oh, o coração esconde coisas tão inimagináveis.


Patricia
Minha segunda preferida, não somente por causa da questão musical, mas porque é dirigida para uma ídolo da Florence, a cantora Patti Smith. O tom dela é mesclado por neutralidade e por um ritmo agradável, mais rápido. Eu fiquei muito feliz por saber que esse será o próximo single.

Você está com medo? Porque eu estou apavorada. Mas você me lembra que isso é uma coisa maravilhosa para amar.



100 years
Segundo fontes, essa música é bastante feminista, especialmente levando em conta que em junho fez 100 anos que as mulheres conseguiram conquistar o direito ao voto na Inglaterra - então, o título não é uma coincidência. O que mais gosto na música é, novamente, a mescla de ritmos, que combina silêncios, palmas e um tom mais acústico em alguns momentos. Depois de um tempo, o ritmo se torna mais "icônico" e dá um tom muito emocionante à atmosfera da canção.

Meu coração se dobra e se quebra muitas vezes, e nasce novamente a cada amanhecer.


Hunger
Com certeza, o assunto abordado, por si, já é incrível, porque fala sobre transtorno alimentar. E, apesar de a canção partir do pessoal, ela segue para o universal numa tentativa de autoaceitação. Aqui, também encontramos essa mescla do suave com batidas mais marcantes. 

Todos nós temos uma fome


South london forever
Aqui, a Florence tenta fazer a sua versão de Strawberry Fields Forever, falando de sua juventude liberta (quase sempre passando pela bebida e pelas drogas). O tom da canção é meio florido, mais jovem, assim como o melodia. É algo mais aconchegante, sem grandes partes épicas, sonoramente. 

Eu quero ter um espaço para ver as coisas crescerem, mas eu sonhei muito grande? Eu devo deixar ir?
~

Dá para ler AQUI curiosidades sobre alguns quotes das canções de High as Hope.  


Love, Nina :)

17 comentários:

  1. Tudo bem? Meu filho curte. Vou dar uma olhada nesse álbum. Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Não costumo escutar esse gênero, porém tem bastante gente que curte, né?! Adorei essa postagem, já vou lá conhecer mais!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina
    Realmente a musica nos ajuda em vários momentos, e se essas te fazem bem , contimue.
    No meu caso , escuto musicas mais suaves, até instrumental pois tenho uma filha autista, e musica a acalma, mas tem as musicas certas, e no final até acostumei .
    Gostei do post.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Tem algumas musicas do gênero que curta bastante, mas tentarei ouvir a Florence outro dia (acho que fazem uns 3 ou 4 anos) e desisti. Eu amei esse post! Vou ouvir esse novo álbum com carinho para ver que gosto, pois amo músicas mais melancólicas, sempre ouço a playlist melancólica do Spotify. Você fale com muito amor sobre as canções e a artista, adorei!
    Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  5. Eu sou uma pessoa extremamente chata para ouvir músicas, nossa, as atuais são um caso sério... difícil eu gostar de alguma. Eu ainda não conhecia a Florence e gostei da sua dica, muito mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Florence teve um passado muito perturbado e apesar de contar com grandes músicos (como a Taylor Swift) a apoiando, ela já teve muitos baixos em sua carreira. É é justamente por isso que eu adoro as letras dela, por representar autenticidade e originalidade. Geralmente não costumo em dizer o PQ um artista me agrada pq pra mim música é algo extremamente pessoal, como a religião. E foi por isso que meu comentário anterior foi sucinto e "genérico". Conheci Florence na mesma época que descobri o meu tumor (que trato desde então e evito ao máximo de falar a respeito) e entrei na depressão por conta dos tratamentos hormonais. E apesar de na época o médico ter sido claro em dizer que não era uma boa escutar as músicas dela (como de outros artistas) eu não enxerguei problema nenhum, pelo contrário. As letras dela conseguiram me fazer enxergar o mundo por outra perspectiva... é justamente esse o objetivo dela ao compor letras com assuntos tão grandiosos. Não ser esquecida e ajudar outras gerações (como ela mesma disse em uma entrevista).


    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  7. Olá, nunca parei pra ouvir as musicas mas pelo que li em seu post devem ser maravilhosas, vou procurar algumas pra escutar! Obrigada pela dica!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não conheço muito o gênero, mas como é sempre bom manter a mente aberta e conhecer coisas novas, vou investigar mais sobre a banda.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  9. Menina não entendo nada de nada do assunto hehehehe.
    Gosto de conhecer novas coisas e parecem muito boas as música, vou tentar ouvir sim!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Confesso que eu não conhecia a cantora, pelo menos não lembro de alguma música dela que tenha ouvido até o momento, é provável que sim, mas que não ligue o nome à pessoa. Vou pesquisar e ver se já a ouvi - pelo menos é bem recomendada.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Olá, apesar de gostar de algumas musicas da banda eu ainda não tinha ouvidos essas novas *-* Já adorei algumas e elas já estão na minha playlist <3

    ResponderExcluir
  12. Já tinha escutado falar só por nome, mas nunca tinha parado para ouvir. Pelas descrições das músicas escolhi 100 years pra conhecer, e amei! Que delicia de voz! Normalmente escuto só música nacional, não consigo prestar atenção nas letras em inglês, mas às vezes vale a pena abrir exceções.

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Conheço Florence só por nome, e apesar de conhecer bastante sobre a sua história por trás e muito mais, não é um estilo que ouço tanto, confesso rs Sou mais voltada ao um punk rock ou nosso antigo emocore/pop rock. Também traz uma letras bem reflexivas e tratam de assuntos importantes para serem debatidos. Gostei do seu top 5!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Nina,
    Eu, sinceramente, não me atento muito às músicas que ouço, apenas continuo ouvindo se ela me agradar. Gostei muito do seu post e fiquei muito feliz por saber que a cantora te ajuda nos momentos difíceis. Isso acontece comigo sempre que ouço Legião Urbana.
    Algumas músicas me agradaram bastante e vou adicionar à playlist do spotify.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Comecei a ler seu post e fui direto para o youtube e amei Sky full of song que me deixa um pouco reflexiva, eu não gostei de Patrícia, 100 years deve ter uma letra interessante e a mescla de ritmos bem legal.
    Eu amo músicas e ler todo o post ao som de Florence foi muito legal.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  16. OOi Nina!
    Ameeei como colocou o significado por trás de cada música, e, claro, amei como as próprias músicas trazem algo a refletir.
    Sky full of songs é, realmente, maravilhosa. Minha nossa!!! Tambem adorei Hunger.

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.

Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.